Programa Alfabetização da Idade Certa

17 de março de 2010

Com a meta de alfabetizar todas as crianças da rede pública de ensino até sete anos de idade, o Governo do Estado do Ceará desenvolve uma importante ação na busca da melhoria do ensino e da aprendizagem. Trata-se do Programa Alfabetização na Idade Certa(Paic) que, desde o seu lançamento em 2007, capacitou cerca de 15 mil professores dos 184 municípios cearenses e beneficia mais de 300 mil alunos de 1º e 2º ano do ensino fundamental, entre outras ações. Para isso, conta com investimentos da ordem de R$ 20 milhões, provenientes dos Governos Federal e Estadual.

 

Na prática, o programa oferece materiais pedagógicos aos alunos das séries atendidas na rede municipal e formação aos profissionais em alfabetização. O Paic também leva aos municípios um programa de incentivo à leitura e a implantação de sistemas que avaliem as séries iniciais do ensino fundamental. A partir de um diagnóstico da situação, o município terá condições de gerenciar o ensino que oferta à sociedade. O governo estadual entende que o domínio da leitura e da escrita é condição prévia para o sucesso do aluno em outras aprendizagens escolares.

 

O trabalho é desenvolvido em parceria com os municípios que passaram a contar com assessoria técnica gratuita a partir do pacto pela melhoria da educação nos anos iniciais de escolaridade. Ao todo, são 184 gerentes municipais, 368 assistentes e cerca de 40 consultores do Paic que recebem incentivo financeiro na forma de bolsa. No caso de Fortaleza, cada regional dispõe de um gerente também beneficiado com a iniciativa.

 

As ações do Programa são distribuídas em cinco eixos definidos como prioritários: Avaliação Externa; Gestão da Educação Municipal; Gestão Pedagógica; Educação Infantil e Formação do Leitor. A Secretaria da Educação do Estado (Seduc) assumiu o gerenciamento do Alfabetização na Idade Certa, mas conta com as parcerias da SECULT, APRECE, UNDIME-CE, APDMCE, Fórum de Educação Infantil e UNICEF.