Campeonato de futebol reúne 650 jovens em Fortaleza

31 de Março de 2010

Trinta e dois times da categoria sub-16 irão se enfrentar aos sábados até o dia 8 de maio durante disputa promovida pela Liga Cearense de Árbitros de Futebol (Licaf). Segundo o presidente da Liga, Jocelito Monteiro, cerca de 650 jovens atletas devem participar da briga por troféus e medalhas. Entre os times que estão concorrendo ao troféu está o Trilhando no Esporte, Integrando na Escola (Treine), projeto mantido pela Companhia de Água e Esgoto do Ceará (Cagece).
A escolinha de futebol da Cagece levará um time com quinze crianças do Pici. “Esse campeonato surgiu para motivar mais ainda a garotada”, disse o treinador. Essa não é a primeira vez que os jovens atletas participam de uma disputa. Segundo Zezinho, em 2008, o time disputou um campeonato promovido pelo Fortaleza e acabou conquistando a vitória. A boa performance acabou gerando bons frutos. Hoje, existem dois ex-atletas do Treine jogando nas categorias de base do Fortaleza e do Ferroviário. Para o treinador, o sonho de seguir carreira como atleta estimula a assiduidade dos alunos e os afasta da ociosidade.

Treine
Lições de convivência em grupo, elevação da auto-estima, resgate de valores e prevenção ao uso de drogas são alguns dos ensinamentos que os jovens de 8 anos a 15 anos, que participam do Treine aprendem fora da rua e dentro do campo. Os treinos de futebol são realizados desde o ano de 2006, três vezes por semana. Ao todo, 110 alunos das comunidades do entorno e filhos de funcionários da Cagece, integram três categorias da escolinha: pré-mirim (8 a 11 anos), mirim (11 a 13 anos) e infantil (13 a 15 anos). Todo o material necessário (uniformes, meias e chuteiras) é fornecido pela Companhia.  

Para participar, os jovens precisam estar matriculados na escola e não devem ter qualquer reprovação no histórico. Caso o aluno não passe de ano, é automaticamente excluído do projeto. Para promover uma maior motivação dos alunos nos estudos, é feito um acompanhamento dos rendimentos escolares. Além disso, os jovens participam de oficinas psicossociais realizadas pela psicóloga e colaboradora da Companhia, Joyce Brito, além da assistente social Aládia Chaves. De acordo com Joyce, temas como cidadania, sexualidade, educação e família são abordados durante os encontros. Ainda segundo a facilitadora, o projeto também consta de passeios culturais a teatros, zoológico e museu.

31.03.2010

Assessoria de Imprensa da Cagece
Márcio Teles
Assessor de imprensa
Tel: (85) 3101-1828
Cel: (85) 8878-8932