Montagem de suporte da correia transportadora é iniciada

27 de abril de 2010

Começou nesta semana a montagem da primeira das três torres de transferência da correia transportadora de carvão mineral do Terminal Portuário do Pecém, no Complexo industrial e Portuário do Pecém (CIPP). A estrutura de uma das torres (TT-3) de 20 metros de altura está sendo erguida pela Seinfra. A correia liga o porto à área de transferência, onde deverá servir a empreendimentos como a Companhia Siderúrgica do Pecém (CSP), por exemplo, e tem 5,5km de extensão. Cento e setenta operários trabalham na obra. Também estão sendo erguidos 148 pilares de suporte entre as torres, dos quais 91, já estão implantados. Uma outra correia, de 6 km de extensão partirá da torre TT-3 e está sendo construída pela empresa MPX para a UTE Pecém.

 

O sistema de transporte do minério, executado para a Seinfra pelo consórcio Pecém KN (formado pelo consórcio Normatel/Koch do Brasil) vai levar o insumo (carvão mineral) do berço de atracação do porto até o pátio de recebimento da siderúrgica. Os trabalhos devem ser concluídos até o final deste ano e são acompanhados por equipe de técnicos da Coordenadoria de Transporte e Obras (CTO) da Seinfra. O investimento do Governo do Estado na obra é de R$ 148,3 milhões, colocando o Pecém como um dos portos melhor aparelhados para esse tipo de operação.

A Capacidade nominal de transporte de carvão mineral do equipamento será de 2.400 toneladas por hora. A correia transportadora permite que o minério seja retirado do navio mediante a utilização de um descarregador – já em fase de fabricação, e conduzido até o pátio de estocagem das empresas que utilizarão esse tipo de insumo, com segurança e sem riscos ao meio ambiente.

A correia transportadora faz parte dos investimentos do Governo Estadual na infraestrutura portuária de forma a melhorar a logística de transporte para elevar a competitividade econômica do Estado. No ano passado foi iniciada a ampliação do terminal portuário com a implantação do Terminal de Múltiplas Utilidades (TMUT), obra orçada em R$ 372,5 milhões, bem como a montagem do descarregador de carvão mineral, cujo investimento atinge R$ 22 milhões (já em fase de execução), além da implantação de 264 tomadas para conteineres refrigerados, entre outras melhorias.

27.04.2010

Assessoria de Comunicação Social da Seinfra
Luiz Guedes (comunicacao@seinfra.ce.gov.br – 85 3101-3763)

Começou nesta semana a montagem da primeira das três torres de transferência da correia transportadora de carvão mineral do Terminal Portuário do Pecém, no Complexo industrial e Portuário do Pecém (CIPP). A estrutura de uma das torres (TT-3) de 20 metros de altura está sendo erguida pela Seinfra. A correia liga o porto à área de transferência, onde deverá servir a empreendimentos como a Companhia Siderúrgica do Pecém (CSP), por exemplo, e tem 5,5km de extensão. Cento e setenta operários trabalham na obra. Também estão sendo erguidos 148 pilares de suporte entre as torres, dos quais 91, já estão implantados. Uma outra correia, de 6 km de extensão partirá da torre TT-3 e está sendo construída pela empresa MPX para a UTE Pecém.

	O sistema de transporte do minério, executado para a Seinfra pelo consórcio Pecém KN (formado pelo consórcio Normatel/Koch do Brasil) vai levar o insumo (carvão mineral) do berço de atracação do porto até o pátio de recebimento da siderúrgica. Os trabalhos devem ser concluídos até o final deste ano e são acompanhados por equipe de técnicos da Coordenadoria de Transporte e Obras (CTO) da Seinfra. O investimento do Governo do Estado na obra é de R$ 148,3 milhões, colocando o Pecém como um dos portos melhor aparelhados para esse tipo de operação.  	A Capacidade nominal de transporte de carvão mineral do equipamento será de 2.400 toneladas por hora. A correia transportadora permite que o minério seja retirado do navio mediante a utilização de um descarregador - já em fase de fabricação, e conduzido até o pátio de estocagem das empresas que utilizarão esse tipo de insumo, com segurança e sem riscos ao meio ambiente.  	A correia transportadora faz parte dos investimentos do Governo Estadual na infraestrutura portuária de forma a melhorar a logística de transporte para elevar a competitividade econômica do Estado. No ano passado foi iniciada a ampliação do terminal portuário com a implantação do Terminal de Múltiplas Utilidades (TMUT), obra orçada em R$ 372,5 milhões, bem como a montagem do descarregador de carvão mineral, cujo investimento atinge R$ 22 milhões (já em fase de execução), além da implantação de 264 tomadas para conteineres refrigerados, entre outras melhorias.   27.04.2010  Assessoria de Comunicação Social da Seinfra comunicacao@seinfra.ce.gov.br – 85 3101-3763