Seguro Safra: Inadimplência de municípios pode prejudicar repasses

5 de Maio de 2010

A inadimplência de municípios cearenses na contribuição para o Seguro Safra do período 2009/2010 pode prejudicar o repasse de recursos para os agricultores que perderem mais de 50% de sua plantação por ação da seca deste ano. Ao todo, dos 172 municípios inscritos, 96 ainda não pagaram nenhuma parcela ou estão com parcelas atrasadas. Aquelas cidades que não regularizarem sua situação até o próximo dia 15 de maio poderão ficar sem os recursos do Seguro.

 

A iminência da “seca verde” no Ceará nesse ano pode prejudicar a maioria dos agricultores que iniciaram o cultivo até o ultimo mês de março. Para eles, portanto, um alento para reduzir os danos causados pela falta de chuva, é o Seguro Safra, que garante quatro parcelas de R$ 150 para o período sem produção.

 

O Seguro Safra é um fundo formado por recursos dos agricultores (1%), municípios (3%), estados (6%) e União (20%). As verbas previstas destinadas ao Ceará nesse último período serão de R$ 174 milhões, que deverão beneficiar mais de 290 mil agricultores.

 

Segundo o secretário do Desenvolvimento Agrário, Antônio Amorim, os municípios inadimplentes têm até o dia 15 deste mês para regularizar a situação e não correr o risco de prejudicar seus agricultores. “É muito importante que os municípios fiquem atentos aos prazos e não atrasem as parcelas. O Seguro Safra é fundamental para garantir recursos aos agricultores do nosso Estado em épocas de seca”, disse. “Até o próximo dia 14, serão levantados todos os dados técnicos sobre a falta de chuva nos municípios para determinar se será decretado estado de emergência nos municípios afetados”, ressaltou.

 

05.05.10

Coordenadoria de Imprensa do Governo do Estado

Casa Civil (comunicacao@casacivil.ce.gov.br / 85 3101.6247)