Oficinas preparam Núcleos de Saúde para redução da mortalidade infantil

14 de Maio de 2010

Os Núcleos de Apoio à Saúde da Família (NASF) terão maior participação nas ações de redução da mortalidade infantil no Ceará. Para tanto, a Secretaria da Saúde do Estado realizará três oficinas de capacitação dos profissionais dos NASF nessas ações. A primeira Oficina de Qualificação do NASF será realizada de 17 a 19 de maio, das 8 horas às 17  horas, no Mareiro Hotel, Avenida Beira Mar, 2380, Meireles, reunindo  profissionais das equipes de saúde da família e dos 65 NASF dos 18  municípios prioritários para a redução da mortalidade infantil. As  outras oficinas acontecerão de 24 a 26 de maio, também em Fortaleza, e  de 9 a 11 de junho, em Juazeiro do Norte.

 

A taxa de mortalidade infantil no Ceará está em queda. Em 2007, a taxa foi de 16,2 por mil nascidos vivos. Em 2008, caiu para 15,8, em 2009 para 15,4, e, para 2010, a meta é de 14,7 por mil nascidos vivos. Para reforçar essa tendência, os NASF passarão a ter maior atuação no controle da mortalidade infantil. Os NASF dão suporte fundamental às ações das equipes de saúde da família, ao garantir apoio profissional às atividades da atenção básica de saúde nas áreas de assistência social, terapia ocupacional, educação física, fisioterapia, farmácia, acupuntura, fonoaudiologia, homeopatia, ginecologia, nutrição,  pediatria, psicologia e psiquiatria, de acordo com o perfil do núcleo. Com esses serviços, ampliam a abrangência e as ações da atenção básica, complementando o trabalho das equipes de saúde da família.

 

O número de óbitos infantis é maior na faixa etária de menores de sete dias. Em 2007, o número de óbitos perinatais, que incluem perdas fetais a partir de 22 semanas de gravidez, até os menores de sete dias após o parto, foi de 2.819 casos, de acordo com o levantamento da Sesa. As causas se relacionavam, principalmente, à qualidade do pré-natal a que a mãe se submete e da assistência à mulher no parto. De acordo com o Ministério da Saúde, entre os anos de 2000 e 2007 morreram 24.121 crianças menores de um ano no Ceará. Do total, a maior quantidade foi em Fortaleza (6.484 óbitos), seguida de Juazeiro do Norte (678) e Caucaia (604).

 

O Ceará tem hoje 130 NASF implantados em 79 municípios. Participarão da primeira da oficina em Fortaleza profissionais das equipes de saúde da família e NASF dos municípios de Caucaia, Fortaleza, Juazeiro do Norte, Sobral, Maracanaú, Itapipoca, Crato, Tianguá, Crateús, Iguatu, Camocim, Icó, Quixadá, Granja, São Benedito, Viçosa do Ceará, Canindé e Barbalha.

 

14.05.2010

Assessoria de Imprensa da Sesa

Selma Oliveira (soliveira@saude.ce.gov.br / 3101.5220)