76,9% das obras civis do Metrô de Fortaleza foram executadas

18 de Maio de 2010

O ritmo de construção do Metrô de Fortaleza está a todo vapor. O percentual de execução das obras civis subiu para 76,9% (dado do fim de abril). Cerca de 1.900 operários trabalham em mais de 40 frentes de serviço ao longo dos 24 quilômetros de linha. Em setembro, chegam ao Ceará os dois primeiros trens unidades elétricas (TUEs), de um total de 20 – que formarão 10 composições de 80 metros -, comprados da Itália para operar no sistema e será iniciada a fase de testes. Em 2011, o Metrô deve entrar em operação comercial.  A obra terá um investimento de R$ 1,705 bilhão.

 

O presidente da Companhia Cearense de Transportes Metropolitanos, Rômulo Fortes, diz que o acidente registrado, no dia 8 de maio, na obra de construção da nova sede do Metrô de Fortaleza, não irá prejudicar o início dos testes na Linha Sul.  “O problema que a gente teve aqui foi na obra de edificação da sede, é diferente de uma obra metroviária. O cronograma de obra civil não mudou em nada, ele está sendo tocado a todo vapor”, diz.

 

A Linha Sul liga Pacatuba ao Centro de Fortaleza, ao longo de 24 km de extensão, com 18 km de superfície, 3,8 km subterrâneo e 2,2 km em elevado. Com a integração plena entre os modais de transporte, o sistema terá capacidade de transportar cerca de 350 mil pessoas por dia numa primeira etapa.

18.05.2010

Assessoria de imprensa do Metrô

Viviane Lima (viviane@metrofor.ce.gov.br – 3101.7183 ou 8724.2147)