Aluno do Liceu de Maracanaú é premiado em Feira nos EUA

20 de Maio de 2010

Após conquistar o primeiro lugar na 8ª Feira Brasileira de Ciências e Engenharia (Febrace) 2010, na categoria Ciências Biológicas, o aluno João Batista de Castro David Junior, do Liceu de Maracanaú, foi premiado na Feira Internacional de Ciências e Engenharia da Intel (Intel ISEF), realizada de 9 a 14 de maio, na Califórnia (EUA). O projeto vencedor é
denominado Análise de extratos vegetais com potencial inseto-larvicida: Caracterização química de biocontroladores utilizados em vetores de transmissão. O estudante obteve o terceiro lugar na categoria Medicina e Ciências da Saúde. A premiação totaliza US$ 2.500, o equivalente a R$ 4,8 mil. João Batista foi o único aluno de uma escola estadual do Nordeste a receber a premiação.

O evento americano dispõe de duas cerimônias de premiação. No dia 13, João Batista recebeu US$ 1.000,00 (mil dólares) da National Collegiate Inventors and Innovators Alliance/ The Lemelson Foundation. Na mesma ocasião, a CACO Pharmaceutical & Bioscience Society entregou ao estudante um cheque de US$ 500,00 (quinhentos dólares). No último dia da Feira, o prêmio foi de US$ 1.000,00 dólares (mil dólares) pelo terceiro
lugar. No estudo, o aluno desenvolveu um método de controle do /Aedes aegypti/ que supera os métodos convencionais em três principais aspectos: eficácia, custo e poluição ambiental. O trabalho foi orientado pela professora Maria das Graças França Sales. Além desse Projeto, o Ceará também esteve representado pela experiência A-COR-DAR para o Meio Ambiente, apresentada pelos alunos Aline Ribeiro Pinho, Marina Maciel Marques e Mayara Zayra Franco Araújo que contaram com a orientação da professora Ana Kédyna Ribeiro de Souza. Também do Liceu.

A comunidade escolar comemora o resultado e atribui o sucesso ao trabalho realizado diariamente na unidade e à determinação dos estudantes. O diretor Plácido Souza frisa que o Governo do Estado tem investido em laboratórios e incentivado a participação dos alunos e professores em eventos científicos.”Eles recebem recursos para viagens e hospedagens”. Para participar da ISEF, a Secretaria da Educação (Seduc) liberou R$ 25,9 mil.

Os estudantes integraram a delegação brasileira composta por 15 alunos e 9 professores dos estados de Pernambuco, Ceará, Maranhão, São Paulo, Paraná, Minas Gerais e Rio Grande do Sul. A ISEF é patrocinada pela Intel Corporation desde 1997. A competição promove o encontro de estudantes de ensino médio de diversos países. Até agora, o Liceu foi a
única escola da rede estadual do Nordeste a ganhar um prêmio no evento.

No último mês de março, nove projetos científicos desenvolvidos por estudantes de escolas públicas estaduais cearenses foram premiados durante a Febrace 2010, realizada em São Paulo, na Escola Politécnica (Poli) da USP. Os alunos são das Escolas Liceu de Maracanaú, Presidente José Sarney, em Caucaia, Raimundo Nonato Ribeiro, em Trairi, e Gustavo
Barroso e Poeta Sinó Pinheiro, ambas localizadas em Jaguaribe. A iniciativa contou com o apoio do Governo do Estado, por meio da Seduc, que além de laboratórios e equipamentos, investiu R$ 75,4 mil em passagens, hospedagens e alimentação.

Mais Informações:

20.05.2010

Assessoria de Imprensa da Seduc

Jaqueline Cavalcante (jaquelinec@seduc.ce.gov.br / 3101-3972)