Encontro debate experiências em transplante de medula óssea

17 de junho de 2010

Médicos e pacientes transplantados de medula óssea no Ceará se reúnem no I Encontro de Transplante de Medula Óssea do Instituto Brasileiro de Pesquisa Científica Maria Celina de Oliveira Correia – Ibrapec. O café da manhã de boas vindas do evento começa às 8 horas desta sexta-feira, dia 18 de junho, no La Maison Dunas, em Fortaleza. O Encontro pretende trazer à tona nos debates a experiência de quase dois anos realizando transplantes autólogos de medula óssea (aqueles em que o paciente recebe células sadias da própria medula) no Hospital Universitário Walter Cantídio em parceria com o Centro de Hematologia e Hemoterapia do Ceará – Hemoce e o Ibrapec, além das perspectivas para o início da realização de transplantes halogênicos (quando há a doação de células da medula de outra pessoa para o paciente que espera o transplante).

 

Antes do debates científicos, 9 autoridades serão homenageadas pelo Ibrapec, no cerimonial que se inicia às 8h45. Entre os homenageados está o Governador do Estado, Cid Gomes. “Nós reconhecemos o Governo do Estado como um apoiador fundamental das atividades relacionadas a coleta, preservação e transplante de células aqui no Ceará”, afirma o presidente do encontro, Dr. Fernando Barroso, chefe da equipe médica de transplante de medula óssea na rede pública estadual.

 

Além de Cid Gomes, ainda serão agraciados com o Troféu Ibrapec o Reitor da Universidade Federal do Ceará, Prof. Jesualdo Pereira Farias; o vice-presidente da Associação Brasileira de Transplante de Órgãos e vice-reitor da UFC, Prof. Henry Campos; o secretário da Saúde do Ceará, Dr. Raimundo José Arruda Bastos; o chefe da Comissão para assuntos de Saúde da Assembleia Legislativa do Ceará, Dep. João Ananias; a chefe da Central de Transplantes do Ceará, Dra. Eliana Régia Barbosa de Almeida Cunha; a diretora-geral do Hemoce, Dra. Luciana Maria de Barros Carlos; o diretor do Hospital Universitário Walter Cantídio, Dr. Sílvio da Rocha Furtado; e a médica hematologista, Dra. Helena Pitombeira. Outros apoiadores do trabalho da IBRAPEC aqui no Ceará também serão lembrados com a entrega de diplomas de “Amigo do Transplante”.

 

Ao todo, 16 pacientes já foram beneficiados com os transplantes realizados na rede pública cearense. Todos com níveis de recuperação satisfatórios e, o melhor, sem a necessidade de sair de seu estado e deixar para trás familiares e referências regionais valiosas num momento em que estão vulneráveis. A intenção agora é evoluir este processo e inciar o trabalho de transplantes também com células coletadas de outras pessoas.

 

Para saber mais informações sobre o I Encontro de Transplante de Medula Óssea do IBRAPEC, basta ligar para o 4011.1572.

 

17.06.2010

Assessora de Imprensa do Hemoce

Sabrina Lima (sabrina.lima@hemoce.ce.gov.br / 85 3101.2308)