Estudantes de medicina em Cuba conhecem PSF no interior do Ceará

9 de agosto de 2010

Trinta estudantes brasileiros da Escola Latino-Americana de Medicina de Cuba (ELAM), 27 deles cearenses, participam de 10 a 19 de agosto da Semana de Saúde Cuba-Ceará. A abertura da semana será nesta terça-feira, dia 10, às 19 horas, no Auditório Waldir Arcoverde, na Avenida Almirante Barroso, 600, Praia de Iracema.

 

A semana é realizada pela Associação dos Brasileiros Estudantes de Medicina em Cuba (ABEMEC), com apoio da Secretaria da Saúde do Estado. Os estudantes realizarão trabalho de campo no município de Cariús, distritos de São Sebastião, Caipu e Canabrava e em Fortaleza. As aulas práticas serão realizadas em unidades básicas de saúde, com a coleta de dados dos principais problemas de saúde das comunidades. A programação também prevê a realização de palestras sobre gravidez na adolescência, DST/Aids, Programa Saúde da Família (PSF) e sistemas de informações do Sistema Único de Saúde (SUS).

 

A Escola Latino-Americana de Medicina de Cuba recebe estudantes carentes de toda a América Latina, com o objetivo de fazê-los retornar, já formados, às suas comunidades de origem, para atuar como médicos. Na ELAM, os estudantes são bolsistas do governo cubano e recebem os estudos, livros, moradia, alimentação e material de didático. Dos trinta estudantes que participarão da Semana de Saúde, três já se formam em 2011.

 

Todos os anos, durante o período de férias da ELAM, os acadêmicos brasileiros realizam as Brigadas Estudantis de Saúde (BES) no Brasil. Eles já estiveram conhecendo a realidade da situação de saúde e promovendo atividades prevenção e promoção no Acre, Amazonas, Ceará, Bahia, Goiás, Maranhão, Minas Gerais, Pernambuco, São Paulo, Rio de Janeiro e Rio Grande do Sul.

 

09.08.2010

 

Assessoria de Comunicação da Sesa

Selma Oliveira (soliveira@saude.ce.gov.br /  85 3101-5220)