Setur entrega obras de restauro do Seminário da Prainha à população

13 de agosto de 2010

Nesta sexta, 13 de agosto, uma celebração eucarística marcou a inauguração das obras de restaurações realizadas pela Secretária de Turismo do Estado (Setur) no Seminário da Prainha.  Conhecido como um dos mais importantes símbolos católicos cearenses, o equipamento, que também abriga a Igreja de Nossa Senhora da Conceição, foi construído no século XIX e representa um marco histórico no Ceará. As reformas foram iniciadas em agosto do ano passado e custaram R$ 1.230.620,52, oriundos do Tesouro Estadual e do Ministério do Turismo. No evento estavam presentes o secretário do Turismo do Estado, Bismarck Maia, o secretário da Cultura do Ceará, Auto Filho, o Arcebispo de Fortaleza, Dom José Antônio Aparecido Tosi Marques, e demais autoridades eclesiásticas.

Na obra, foram restauradas a fachada do conjunto e a área interna do equipamento, na qual busca, dentro do conceito de preservação do patrimônio, a salvaguarda de um significativo monumento histórico e arquitetônico que ainda conserva expressivo acervo de azulejos do século XIX, oriundo de Portugal. Além de ressaltar esse acervo, a acessibilidade aos portadores de deficiência física foi melhorada com a construção de rampas de acessibilidade para facilitar o ingresso dos fiéis ao seu interior.

Para o secretário Bismarck Maia, é dever do governo estadual cuidar do patrimônio histórico e entregá-lo à população. “O governo cearense está procurando, por meio da Secretaria do Turismo do Estado e de outras Secretarias, a conservação dos atrativos naturais importantes para nossa gente. Precisamos criar novas infraestruturas que venham ao encontro dos anseios da população, porém, por outro lado, é necessário melhorar as estruturas criadas no passado. Um importante governo ocorre quando ele cuida de sua gente e de seu patrimônio, e essa é, sem dúvida, uma preocupação nossa. Este restauro deverá resgatar a história do Ceará e do povo cearense. Louvo à Deus e a Nossa Senhora da Conceição por ser secretário e poder ter trabalhado em prol desta tão grandiosa obra”, ressalta o Bismarck.

O arcebispo de Fortaleza, Dom José Antônio Aparecido Tosi Marques, afirmou que a Igreja de Nossa Senhora da Conceição e o Seminário da Prainha representam um antigo testemunho da presença da fé católica neste estado. “Este espaço contribuiu para a formação não só dos padres da Igreja, mas também de muitos leigos que, mesmo saindo do Semanário, mantiveram sua crença e suas ações embasas nas leis cristãs. É necessário conservar este espaço”, comemora.
Já o reitor da Igreja de Nossa Senhora da Conceição, Pe. Hemetério Alexandre Santiago, destaca que a criação do templo religioso foi um marco histórico da vida eclesiástica do Ceará. “Consta no livro de história do Seminário da Prainha, datado de 1914, que este espaço foi local de estudos de muitos intelectuais que se destacaram no contexto da época, como Pe. Cícero, Pe. Antônio Tomás, Capistrano de Abreu (historiador), Tristão Athayde (escritor e líder católico), Pe. Valdevino, Fortaleza Godofredo Maciel (ex prefeito de Fortaleza), Monsenhor Tabosa (sacerdote), Agapito dos Santos (político e professor) e Luiz Severiano Ribeiro”, relembra Pe. Hemetério. O reitor ressalta ainda a importância que a Setur deu a Igreja: “as autoridades governamentais não davam o valor necessário a este monumento cultural. Agradeço a Secretaria de Turismo por ter concretizado este sonho tão importante para nossa comunidade”.
Durante a celebração, tomaram posse para a direção da Faculdade Católica de Fortaleza, que funciona dentro do próprio Seminário da Prainha, Pe. Almir Magalhães de Oliveira, como diretor geral, Pe. Francisco Evaristo Marcos, diretor acadêmico, e o Pe. Francisco Antônio Francineudo, como diretor administrativo-financeiro.
Inaugurada em 1861, as instalações da Igreja destinam-se às missas e manifestações religiosas. No Seminário, além da Faculdade Católica do Ceará com cursos de Teologia e Filosofia, funcionam o Instituto de Ciências Religiosas (Icre) e o Instituto Teológico Pastoral do Ceará (Itep), estes últimos administrados pela Arquidiocese de Fortaleza. Situados à Avenida Monsenhor Tabosa, no Centro de Fortaleza. A Igreja, com inauguração datada de 8 de dezembro de 1841, e o Seminário, de 18 de outubro de 1864, compõem conjunto arquitetônico tombado, em 14 outubro de 2008, pelo Governo do Estado do Ceará.
Para conservar o patrimônio histórico do Ceará, a Setur realiza outras obras de restaurações, como a reforma do Museu Sacro São José de Ribamar, em Aquiraz, cuja reforma já está concluída, aguardando apenas a data para inauguração.

13.08.2010
Assessoria de Comunicação da Setur
Carmen Inês Matos Walraven (carmeninesm@setur.ce.gov.br 85 8732-2041/3101-4661)