HGF realiza mutirão de próteses auditivas

26 de agosto de 2010

A expectativa é beneficiar 30 pacientes que estão na fila de espera há mais de 2 anos.

 

Para reduzir a fila de espera por uma prótese auditiva, o Hospital Geral de Fortaleza, através do setor do Fonoaudiologia e Otorrinolaringologia, realiza neste sábado, 28 de agosto, um mutirão de próteses auditivas. Serão atendidos 30 pacientes que já estão na fila de espera. Cinco fonoaudiólogas e um médico otorrinolaringologista vão atender durante todo o dia. Os pacientes serão submetidos ao teste de audiometria, para constatar o nível de perda auditiva e depois será feita a pré-moldagem do aparelho de amplificação. A expectativa é atender quinze pacientes pela manhã e os outros quinze à tarde. A ideia é realizar outros mutirões até o fim deste ano para reduzir ainda mais o tempo de espera dos pacientes.

 

Hoje, estão cadastrados no Programa de Prótese Auditiva do HGF cerca de 600 pacientes. Ao todo, são distribuídas 70 próteses por mês. Os cadastros são feitos às terças, quartas e quintas-feiras pela manhã.

 

Para ser cadastrado no Programa de Próteses Auditivas do HGF, é preciso ser encaminhado pelos postos de saúde da capital ou referenciado pelas secretarias de saúde municipais para o HGF. O atendimento no ambulatório ocorre sempre de segunda a sexta-feira, de 7:30h às 11:30h e das 13:00h às 16h. O encaminhamento para o Programa é feito pelos médicos do setor de Otorrinolaringologia do HGF.

 

O custo de uma prótese auditiva na rede particular varia de R$ 1.500 a R$ 8.000,00.  A indicação para prótese auditiva depende do grau e do tipo de perda auditiva. A partir da perda leve, a prótese já pode ser indicada. O mesmo não ocorre em casos de perda total da audição ou má formação auricular e outros.

 

26.08.2010

 

Assessoria de Imprensa da HGF:

Gilda Barroso  (gildabarroso@gmail.com – 3101-7086/ 9925-5762)