As inscrições para o Hospital Regional do Cariri terminam nesta terça-feira (05)

4 de outubro de 2010

Serão 205 vagas para médicos, 176 para profissionais de nível superior, 11 para cargos de direção e gestão, 589 para o nível médio e 5 vagas para nível fundamental na área administrativa.

O Instituto de Saúde e Gestão Hospitalar, entidade que gerencia o Hospital Dr. Waldemar Alcântara, lançou, por meio do Instituto Cidades, o edital do processo seletivo para a contratação de 996 profissionais para o Hospital Regional do Cariri. As inscrições, iniciadas no dia 30 de agosto, terminam nesta terça-feira, 5 de outubro. São feitas exclusivamente pela internet, no site www.institutocidades.com.br. São 205 vagas para médicos, 167 para outros profissionais de nível superior da área da saúde, 19 para profissionais de nível superior da área administrativa, 11 para cargos de direção e gestão, 413 para o nível médio da área da saúde, 176 de nível médio da área administrativa e 5 vagas para nível fundamental na área administrativa. A contratação dos aprovados é pelo regime de CLT (Consolidação das Leis Trabalhistas).

Com 294 leitos, o Hospital Regional do Cariri é de grande porte, construído pelo Governo do Estado para atendimento de urgência e emergência e realização de serviços de alta e média complexidade. Tem 27.126,47 metros quadrados de área construída. Fica localizado em Juazeiro do Norte, na Rua Catulo da Paixão Cearense, s/n, estrategicamente entre os municípios de Barbalha e Crato para facilitar o acesso à população dos municípios de toda a macrorregião do Cariri e também das microrregiões de Tauá e Iguatu. No total, uma população de 1 milhão e 336 mil habitantes de 41 municípios, que a partir do novo hospital terá atendimento na região, sem necessidade de deslocamento para a capital.

Exames especializados, que hoje na rede pública só são realizados na capital, o Hospital Regional do Cariri vai oferecer à população na própria região. É o caso da ressonância magnética  que atualmente apenas o Hospital Geral de Fortaleza realiza. Outro exame especializado que a população do Cariri terá acesso mais fácil é a tomografia computadorizada. No apoio ao diagnóstico e terapeutico, além da ressonância magnética e da tomografia computadorizada, serão oferecidos aos pacientes radiologia geral, ultrassonografia geral e intervencionista, endoscopia digestiva e respiratória, eletrocardiograma, ecocardiograma eletroencefalograma, litotripsia, mamografia. O hospital conta com laboratórios de análises clínicas e patologias clínicas, citologia, anatomopatologia e ainda agência transfusional.

¨O Hospital Regional do Cariri tem o perfil de um HGF e de um IJF, o que significa que a população será atendida em diversas especialidades médicas, como a cirurgia geral, clínica médica, traumato-ortopedia, neurologia, cirurgia plástica, cirurgia buco-maxilo-facial, cirurgia vascular, cardiologia, proctologia, gastroenterologia, urologia, oftalmologia e mastologia¨, destaca o secretário da saúde do Estado, Arruda Bastos. O novo e maior hospital da região ainda terá serviços de farmácia, fisioterapia, fonoaudiologia, nutrição, psicologia, terapia ocupacional, serviço social e ouvidoria. O HRC também será referência em atividades de ensino e pesquisa, contribuindo para a formação de recursos humanos na área de saúde no Estado, com capacidade para acolher dois residentes em cada especialidade e quatro internos.

O hospital, que teve as obras iniciadas em fevereiro do ano passado, está em fase final de acabamento. O investimento foi de R$96 milhões, recursos 100% do Tesouro do Estado. Desse total, R$65 foram investidos em obras e R$31 milhões na aquisição de equipamentos. Os profissionais, aprovados na seleção pública, de responsabilidade técnica  e operacional do Instituto Cidades, contratado pelo ISGH, serão treinados para o manuseio dos equipamentos com tecnologia moderna. Em seguida, serão implantadas as rotinas e protocolos de atendimento e os procedimentos operacionais padrões para o funcionamento do hospital.

Além do HRC, a rede pública de saúde do Cariri está sendo ampliada com a construção de policlínicas, de Centros de Especialidades Odontológicas (CEO) e de Unidades de Pronto Atendimento.  Estão sendo construídas policlínicas regionais em Campos Sales, Brejo Santo, Barbalha, Icó e Iguatu. A policlínica de Campos já está em fase de conclusão.  De três novos CEO para a região estão em construção em Brejo Santo e Icó e em Juazeiro já foi inaugurado e entregue à população. A Secretaria da Saúde do Estado reformou e equipou o Laboratório Central de Saúde Pública (Lacen) de Juazeiro do Norte e o do Crato recebeu novos equipamentos.

PERFIL DO HRC

294 leitos: 174 de enfermaria, 51 de emergência, 28 do hospital-dia, 20 leitos de UTI adulto, 15 de cuidados semi-intensivos, 6 do centro de imagem.
Especialidades: traumato-ortopedia, cirurgia plástica, neurologia, cirurgia buco-maxilo-facial, cirurgia vascular, cardiologia, proctologia, gastroenterologia, urologia, oftalmologia, mastologia, cirurgia geral, clínica médica.
Serviços/ exames: ressonância magnética, tomografia computadorizada, ecocardiograma, eletrocardiograma, eletroencefalograma, litotripsia, endoscopia digestiva, endoscopia respiratória, radiologia geral, ultrassonografia geral.
Profissionais: 996, além dos trabalhadores da higienização e vigilância.
Área construída: 27.126,47 metros quadrados
Investimento total: R$96 milhões, sendo R$65 milhões em obras e R$ 31 milhões em aquisição de equipamentos
Fonte de recursos: Governo do Estado

04.10.2010

Assessoria de Comunicação da Sesa
Selma Oliveira (soliveira@saude.ce.gov.br – 8 3101-5220)