Estudantes da rede estadual apresentam 87 trabalhos científicos e culturais

18 de outubro de 2010

Um sistema pioneiro desenvolvido por alunos da Escola de Educação Profissional Paulo Petrola, nas Goiabeiras, que torna automático qualquer processo eleitoral dentro das unidades de ensino é uma das 87 experiências de escolas estaduais da capital que integram a III Mostra de Ciências e Cultura. O evento será aberto nesta terça-feira, dia 19, às 18 horas, e prossegue até a quinta-feira, dia 21, das 14 às 21 horas, no Centro Cultural Dragão do Mar. Trata-se de uma iniciativa da Secretaria da Educação(Seduc), por meio da Superintendência das Escolas Estaduais de Fortaleza(Sefor).

 

Outro exemplo de trabalho científico inovador vem da Escola de Ensino Fundamental e Médio Paulo Freire, no Henrique Jorge. Os alunos construíram uma bolsa carregadora de celular. O equipamento possui um pêndulo que com o movimento do andar do aluno gera energia que é utilizada para carregar o telefone. Energia limpa e útil para manter o aparelho de celular ou de mp4 sempre carregado.

 

A Mostra quer estimular a investigação e o interesse pelo estudo das ciências e das manifestações artístico e culturais. Também objetiva estabelecer relações dinâmicas dos conhecimentos específicos das disciplinas dos Ensinos Fundamental e Médio.

 

Os projetos científicos estarão no espaço Ateliê e Área Verde. Lá o visitante encontrará trabalhos distribuídos nas seguintes categorias: Ciências da Natureza; Ciências Ambientais; Linguagens e Códigos; Ciências Humanas; Robótica Educacional. As apresentações da área cultural que abrangem a música, a poesia e a dança vão acontecer no Anfiteatro, das 17 às 21 horas.

 

Na quinta-feira, dia 21, às 19 horas, no Anfiteatro, haverá a premiação dos melhores projetos que estarão credenciados a participar da Feira Estadual de Ciências e Cultura que acontece no mês de dezembro.

 

18.10.2010

 

Assessoria de Imprensa da Seduc

Jacqueline Cavalcante – _jacquelinec@seduc.ce.gov.br / 3101-3972 ou 3957