Estudantes de Sobral e Banabuiú são as novas Jovens Embaixadoras Cearenses

28 de outubro de 2010

O sonho de conhecer os Estados Unidos e a cultura norte-americana vai se tornar realidade em janeiro de 2011 para Francisca Joele Dias Balbino e Lunara Farias Lima, alunas da rede estadual de ensino selecionadas para participar do programa de intercâmbio “Jovens Embaixadores 2011”. As estudantes estão entre os 35 jovens que foram escolhidos dentre seis mil inscritos. Um 36º jovem embaixador ainda será selecionado por meio de votação pública no site do programa Jovens Embaixadores.

 

Joele Dias, 18 anos, é aluna do Colégio Estadual Dom José Tubinambá da Frota, em Sobral. A Jovem Embaixadora, que fez sua inscrição com incentivo da sua professora de inglês Cristina, é voluntária num projeto de inclusão social de jovens e adolescentes. “De todo o processo de seleção a prova escrita foi a mais difícil. Já a entrevista foi a etapa mais legal pois tive a oportunidade de conhecer os outros participantes e fazer novas amizades”, contou.

 

Na Escola de Ensino Médio Jacob Nobre de Oliveira Benevides, no município de Banabuiú, estuda a Embaixadora Lunara Farias, de 15 anos. A jovem, que já possui o inglês afiado, é professora voluntária do idioma em sua escola e diretora cultural do grêmio escolar. “Eu ainda nem acredito que fui aprovada. A seleção do programa foi tranquila, e o trabalho que eu desenvolvo como voluntária ajudou no meu desempenho na hora das entrevistas”, disse a aluna.

 

Entre os dias 8 e 27 de janeiro de 2011, as duas Jovens Embaixadoras cearenses passarão uma semana em Washington visitando instituições do governo, museus, participando de reuniões com autoridades e aprendendo sobre a cultura dos EUA. Em seguida, as alunas passarão duas semanas hospedados em casas de famílias americanas em diferentes estados do país. Elas também irão frequentar aulas em uma escola de ensino médio (“high-school”) onde conhecerão o dia-a-dia do jovem estudante americano e farão apresentações sobre o Brasil. Além disso, todos os Jovens Embaixadores devem desenvolver um plano de ação para o fortalecimento do seu projeto de voluntariado no País.

 

As Jovens Embaixadoras Cearenses não escondem a felicidade em participar do programa. Josele considera o intercâmbio uma porta de entrada para grandes oportunidades na sua vida. “Espero conhecer melhor a cultura americana, que eu amo, me aprofundar, e levar um pouco da cultura do Ceará para eles”, frisou. “Estou muito feliz e as minhas expectativas são as melhores. Com a viagem eu espero melhorar o meu inglês, conhecer gente nova e mostrar muito da cultura brasileira”, finalizou Lunara.

 

O Programa

 

Desde a criação do programa Jovens Embaixadores, em 2002, já foram beneficiados 212 jovens brasileiros. Todos os anos são selecionados estudantes com idades entre 15 e 18 anos para um intercâmbio cultural gratuito de três semanas nos EUA, promovido pela Embaixada Americana. Para participar do processo seletivo do programa, além de ter bom desempenho na escola, é preciso fazer serviço social na comunidade e dominar suficientemente o inglês para morar com uma família americana e conseguir se comunicar.

 

O programa não tem custo financeiro algum para os participantes, já que é patrocinado pelo governo dos EUA e conta com o apoio das empresas: Federal Express – FEDEX, MSD, Dow Brasil, Microsoft Brasil, Carlson Wagonlit Travel, United Airlines e o Banco Bradesco. O programa tem o apoio também do Conselho Nacional de Secretários Estaduais de Educação (Consed) e dos centros binacionais Brasil – Estados Unidos. Nos Estados Unidos, o programa conta com o apoio da organização World Learning que monta a programação dos jovens no território americano e seleciona as famílias que irão hospedá-los.

 

28.10.2010

Assessoria de Imprensa da Seduc

Patrícia Kinoshita (patriciakinoshita@seduc.ce.gov.br / 85 3101.3957)