Seminário discutirá prevenção à violência nas escolas

5 de novembro de 2010

As secretarias estaduais da Segurança Pública e Defesa Social e Educação  promoverão neste sábado (06), o Seminário Intersetorial de Prevenção à Violência nas Escolas, voltado aos conselheiros comunitários, oficiais e comandantes da Polícia Militar do Ceará. O encontro acontece a partir das 8 horas, no Instituto Felippo Smaldone, localizado na rua Adolfo Siqueira, 273, no bairro Joaquim Távora. Além do seminários, os conselheiros participarão do minicurso sobre Lideranças Proativas e Planejamento Estratégico/Sistêmico.

 

O objetivo do seminário é fazer um diagnóstico da violência nas escolas, bem como envolver as forças amigas a promover a cultura de paz nas comunidades.  Segundo o coordenador da Coordenadoria de Defesa Social, Francisco Erivaldo, o papel da Seduc é orientar os conselheiros, que também são líderes comunitários, sobre a melhor metodologia a ser aplicada para diagnosticar  a questão da violência nas escolas. Para tratar deste assunto foram convidados dois consultores de desenvolvimento humano e organizacional, Flávio Mesquita e Marlúcia Mesquita.

 

O coordenador acrescenta ainda que a violência nas escolas tem se retratado de diversas formas, por meio de agressões físicas ou verbais, ou destruindo o patrimônio escolar. Atualmente a agressão mais freqüente é o bullying, que se refere a todas as formas de atitudes agressivas, intencionais e repetidas que ocorrem sem motivação evidente, adotadas por um ou mais estudantes contra outro ou outros alunos.

 

Capacitação

 

No minicurso serão abordadas temáticas ligadas as competências de liderança exigidas para o novo perfil de líder empreendedor, no que se refere à mobilização, apoiando as políticas de segurança pública e defesa social. A aula será ministrada pelo capitão da PM Weibson Braga, especialista em gerenciamento de projetos. “Seguindo uma abordagem interativa e prática os participantes vivenciarão momentos importantes para a sua atuação diária, seja no âmbito pessoal ou profissional”, destaca Weibson Braga.

 

Para Weibson Braga as principais questões a serem trabalhadas no mini-curso são: a proatividade enquanto líderes comunitários, a definição sobre quais suas prioridades de atuação, a melhor maneira de gerenciar seu tempo, bem como inspirar seus liderados para obter a colaboração no dia-a-dia nas comunidades. “As lideranças precisam saber comunicar-se para repassar suas ideias para a comunidade”, ressalta Weibson.

 

A previsão é de que aproximadamente 300 conselheiros participem da capacitação. Também foram convidados os comandantes do 5º e 6º Batalhão, além de oficiais e do comandante do Ronda do Quarteirão, Weresleik Matias. A Seduc realizou o seminário no último mês de setembro, onde o público-alvo eram professores e alunos.

 

Mais informações: Coordenadoria de Defesa Social – CODS (85 3101.6561)

 

05.11.2010

Assessoria de Imprensa da SSPDS

Marcos Cavalcante (marcos.cavalcante@sspds.ce.gov.br / 85 3101.6519)