TJA apresenta “O Idiota – Novela Teatral”, baseada na obra de Dostoiévski

12 de novembro de 2010

Nos dias 14, 15 e 17 de novembro o Theatro José de Alencar será palco de uma verdadeira maratona teatral, com o espetáculo “O Idiota – Uma Novela Teatral”. Baseada na obra do escritor russo Fiódor Dostoiévski, a montagem será apresentada em três récitas de aproximadamente sete horas de duração cada uma, incluindo-se nesse tempo os dois intervalos, o primeiro de trinta minutos e o segundo de quinze minutos. A direção é de Cibele Forjaze a adaptação do romance é deAury Portocom a colaboração de Vadim Nikitin, Luah Guimarãez e Cibele Forjaz.

 

Os cinqüenta capítulos da obra original foram resumidos em doze atos na adaptação e divididos em três partes. O projeto concretiza um desejo antigo do ator cearense Aury Porto que foi apresentado à obra, casualmente, em 1984, quando era estudante da Universidade Federal do Ceará. Mas foi o interesse de Luah Guimarãez pelo romance que fez com que a história da atual montagem tivesse início.
Ainda dentro das comemorações do centenário do TJA, “O Idiota – Uma Novela Teatral” fará uma ocupação intensa dos espaços da casa. Os intérpretes atuarão no jardim, no foyer, no pátio nobre, no palco principal e no Teatro Morro do Ouro, passando também por diversos corredores e pela área dos camarins.

 

Para compor o elenco desta montagem, a Mundana Companhia, fundada em 2007 e formada por Aury Porto e Luah Guimarãez, juntou atores de diversas companhias de teatro da cidade de São Paulo tais como: Teatro Oficina, Teatro da Vertigem, Cia. Livre e Companhia da Mentira, além de outros atores com largo histórico de trabalhos em Companhias de Teatro. Formando este elenco estão: Aury Porto, Fredy Allan, Luah Guimarãez, Lúcia Romano, Luís Mármora, Sergio Siviero, Silvio Restiffe, Sylvia Prado e Vanderlei Bernardino.
Da cidade de Fortaleza, além da equipe técnica do TJA, o espetáculo contará com a participação de dois músicos que tocarão durante a encenação e estagiários que trabalharão na iluminação.

 

Como atividade paralela realizar-se-á no TJA um debate com o título: “Dostoiévski, contemporâneo de ninguém.” Nesse debate teremos as presenças de Elena Vassina (estudiosa da obra de Dostoiévski, essa professora de origem russa leciona no curso de russo da Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas da USP) e de Tércia Montenegro (professora do curso de letras da UFC).

 

Sinopse Geral – O príncipe Míchkin está de volta a São Petersburgo depois de um período na Suíça, onde estivera se tratando de epilepsia. Ao chegar a São Petersburgo, ele pretende procurar por Lisavieta, uma parenta distante com quem deseja travar conhecimento. Apesar de príncipe, Míchkin é pobre e, ao viajar num vagão de terceira classe do trem da rota Petersbugo-Varsóvia, ele conhece Ragôjan, um novo-rico que acaba de ganhar uma vultuosa herança do pai, com a qual pretende arrebatar Nastássia Filípovna, mulher fatal, primeiro afilhada e depois amante de Tôtski, um milionário petersburguense. Arma-se aí um dos pilares de “O Idiota”. Ragôjan, protótipo do homem rude, é apaixonado por Nastássia, que, por sua vez, fica fascinada pela santidade de Míchkin, também “medusado” pela figura da concubina santa. A partir da segunda parte da peça temos Míchkin enredado em outro triângulo amoroso. Agora, em um dos vértices do triângulo está Aglaia, a filha de sua parenta Lisavieta, que fica fascinada com a possibilidade de Míchkin vir a ser o amante revolucionário com o qual ela tanto sonha. Nesse triângulo, Nastássia e Aglaia disputam o coração de Míchkin. Outros personagens envolvidos diretamente nesses triângulos tornam o enredo dessa história bem mais complexo, para além do simples jogo amoroso. No olho do furacão está Míchkin, que tem como falha trágica compadecer-se de todas as personagens à sua volta.

 

Serviço

Dias das apresentações:

 

Dias 14 e 15 de novembro a partir das 18:00
Dia 17 de novembro a partir das 19:00
DURAÇÃO DO ESPETÁCULO:
7 horas com dois intervalos (o primeiro de 30 minutos e o segundo de 15 minutos)

 

Ingresso:

 

LIVRO NOVO ou USADO, que não seja didático. O livro deverá ser trocado por uma senha com meia hora de antecedência.
NÚMERO DE ESPECTADORES POR SESSÃO: 100
DEBATE: “Dostoiévski, contemporâneo de ninguém” com Elena Vassina e Tércia MontenegroDia 17.11 às 15:00 no Foyer do TJA.

 

12.11.2010

Assessoria de Imprensa da Secult

Bianca Felippsen (bianca@secult.ce.gov.br / 85 3101.6759)