Geração de emprego cresce 8,63% nos últimos 12 meses

19 de novembro de 2010

Segundo dados do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), divulgado divulgado nesta sexta-feira (19/11), pelo Ministério do Trabalho e Emprego (MTE), o Ceará acumula mais de 66 mil (+7,22%) novos empregos, em 2010 – o melhor resultado de toda a série histórica do Caged, em termos absolutos e relativos. Nos últimos 12 meses o crescimento chega a 8,63%, ou seja, mais 78.233 postos de trabalho.

 

O desempenho dos dez primeiros meses do ano foi resultado, principalmente, dos saldos dos setores de serviços (24.908), indústria de transformação (15.964), construção civil (15.341) e comércio (10.284). Para o presidente do Instituto de Desenvolvimento do Trabalho (IDT), Francisco de Assis Diniz, “consideramos que o Estado mantém o padrão de crescimento e, principalmente, a expansão do emprego formal”.

 

Ainda com dados do Caged, em outubro de 2010, foram gerados 5.923 empregos celetistas, equivalente à elevação de 0,61% em relação ao estoque de assalariados com carteira assinada do mês anterior, proveniente da expansão do emprego, principalmente, nos setores de serviços (2.233), comércio (2.166) e indústria de transformação (1.546).

 

“Os setores dos serviços, comércio e indústria mantêm o destaque nas contratações e a expectativa é a manutenção do crescimento, em virtude da dinâmica do mercado de trabalho,” acrescenta Diniz.

 

19.11.2010

Assessoria de Imprensa do IDT

Ana Clara Braga (anaclara@idt.org.br / 85 3101.5500)