Projeto Rim-Art já em clima de Natal

23 de novembro de 2010

A confecção dos artigos natalinos começou na semana passada. Anjos, pesos de porta, botinhas de Natal, puxa-saco com motivos natalinos, porta-vinho, guirlandas, travesseiros… Uma infinidade de peças feitas durante as oficinas de artesanato, ministradas pela enfermeira artesã, Suely Oliveira. Técnicas como cestaria, pintura, decupagem e fuxico foram aprendidas e agora os pacientes artesãos colocam em prática todo o talento. Entre as peças, ganham destaque as guirlandas de fuxico, técnica aprendida este ano pelo grupo.
Na parte de cestaria, embalagens e cartões de natal, a matéria-prima são materiais recicláveis – doados por vários setores do próprio hospital. São caixas de sapato, caixas de medicamentos, revistas, sobras de tecido da sala de costura. Tudo vai se transformando nas mãos habilidosas do grupo que hoje conta com 15 integrantes fixos.

 

Em ritmo acelerado, a confecção das peças ocorre sempre às terças e quintas-feiras nos dois turnos: manhã e tarde. E é mesmo preciso ter pressa. A programação de exposição dos produtos já começou.  Nos dias 7, 8 e 9 de dezembro, será a vez de expor na Feirinha de Natal do HGF no hall do auditório principal. E nos dias 10, 11 e 12, a exposição será no Bazar de natal do Ideal Clube. É só agendar a visita e garantir boas compras e uma decoração natalina feita com muito amor.

 

Programação de exposições:

23 de novembro – Show Room de Responsabilidade Social Banco do Nordeste – Passaré

7, 8 e 9 de dezembro – Feirinha do HGF – Hall do auditório principal

10, 11 e 12 de dezembro – Bazar de Natal do Ideal Clube

 

O projeto Rim-Art

Baseado em estudos de Psiconefrologia realizados em Nova Iorque, Tóquio e Quebec, que mostraram a importância da reintegração do paciente renal em seu meio social, o projeto Rim-Art surgiu no Hospital Geral de Fortaleza, HGF, através do Serviço de Nefrologia em março de 2001, antecedendo os projetos de humanização em saúde, criados pelo Governo Federal posteriormente.

 

Composto de uma equipe multidisciplinar (médico, enfermeira, terapeuta ocupacional,fonoaudióloga, psicóloga, assistente social), e com encontros duas vezes por semana, às terças e quintas-feiras, este projeto visa promover a melhoria da qualidade de vida do paciente renal que depende da máquina de hemodiálise e do paciente transplantado renal.

 

Através da arte, eles se integram e mudam hábitos e rotinas, aumentando a autoestima, dando um novo sentido à vida.

 

23.11.2010

 

Assessoria de Comunicação do HGF

Gilda Barroso e Luisa Nascimento (85 3101-7086 / 85 9925-5762 / 85 9206-7521