Hospital Waldemar Alcântara ganha bloco de ensino e pesquisa

29 de novembro de 2010

O Hospital Geral Waldemar Alcântara vai ganhar espaço exclusivo para as atividades de ensino e pesquisa do internato e residência médica. Nesta terça-feira, 30, às 9 horas, o secretário da Saúde do Estado, Arruda Bastos, e o chanceler da Universidade de Fortaleza, Airton Queiroz, inauguram o Bloco Didático Dr. Fábio Machado Landim. A nova estrutura tem duas salas de aula, auditório para 80 pessoas, biblioteca e sala de estudos. A construção do Bloco Didático foi financiada pela Unifor, em convênio firmado com a Secretaria da Saúde do Estado e o Hospital Dr. Waldemar Alcântara.

 

Atualmente, o hospital tem 21 residentes nas áreas de clínica médica, cirurgia geral e pediatria. O internato terá 41 vagas para o primeiro semestre de 2011, nas mesmas áreas da residência. A meta é chegar às 95 vagas no primeiro semestre de 2012. Outros 60 alunos de graduação cumprem estágio curricular nas áreas de fisioterapia, serviço social, nutrição, enfermagem, psicologia e farmácia.

 

O Hospital Waldemar Alcântara foi inaugurado pelo Governo do Estado em dezembro de 2002 e, em dezembro de 2005, tornou-se o primeiro Hospital Público Acreditado do Norte e Nordeste e único no Ceará entre públicos e privados. No ano seguinte, conquistou o Nível II da Organização Nacional de Acreditação, Acreditado Pleno, condição que mantém até hoje. Em 8 anos de funcionamento, o Waldemar Alcântara, uma Organização Social mantido com recursos do Tesouro do Estado, realizou 67.320 atendimentos hospitalares, 150.740 consultas ambulatoriais, 30.108 procedimentos cirúrgicos, 12.274 análises histopatológicas, 1.303.559 exames de análises clínicas e 162.834 exames de imagem.

 

Homenagem

O Bloco Didático do Hospital Dr. Waldemar Alcântara presta homenagem ao oncologista e cirurgião Fábio Machado Landim. Natural de Fortaleza, onde nasceu em 5 de abril de 1974, Fábio Landim graduou-se em Medicina em 1996 pela Universidade Federal do Ceará (UFC). Fez especialização em Medicina do Trabalho na Faculdade São Camilo, residência médica no Hospital Geral de Fortaleza (HGF) e no Instituto Nacional do Câncer. Faleceu prematuramente, aos 34 anos, no dia 21 de outubro de 2008. Deixou Ana Camila Arrais Landim viúva, com quem teve dois filhos, Maria Arrais Landim e Pedro Arrais Landim. Fábio Landim era filho de Luis Carlos Mourão Landim e Rita Maria Machado Landim. Deixou quatro irmãos: Rodrigo, Márcio, Raul e Rita de Cássia.

 

29.11.2010

 

Assessoria de Imprensa da Secretaria da Saúde

Selma Oliveira (soliveira@saude.ce.gov.br / 85 3101.5220)