Caravana da Dengue vai estar no Cariri nesta sexta-feira (17)

16 de dezembro de 2010

Depois de macrorregião de Fortaleza, a Caravana da Dengue no Ceará chega a macrorregião do Cariri. Nesta sexta-feira, 17, em Juazeiro do Norte, a Secretaria da Saúde do Estado reforça o controle integrado da dengue para reduzir ao máximo o risco de epidemia nos municípios da macrorregião do Cariri. A reunião do secretário da Saúde do Estado, Arruda Bastos, com os secretários de saúde dos municípios e dos coordenadores e técnicos das Regionais de Saúde acontecerá das 9 horas às 12 horas, na sede do Centro de Referência em Saúde do Trabalhador (Cerest), na Rua Tabelião João Machado, 115-A, Santa Tereza. No dia 20 a Caravana da Dengue vai estar em Sobral, reunindo os municípios da Macrorregião Norte.

 

Dos 184 municípios cearenses, 41 estão classificados com risco alto de epidemia no próximo ano e 45 com risco muito alto. Na macrorregião do Cariri, são classificados como de risco alto os municípios de Altaneira, Barbalha, Barro, Brejo Santo, Campos Sales, Cedro, Jardim, Jucás, Nova Olinda, Orós, Piquet Carneiro, Salitre e Santana do Cariri. Com risco muito alto estão classificados os municípios de Acopiara, Crato, Iguatu, Potengi e Tarrafas.

 

O Ministério da Saúde elaborou uma nova ferramenta para avaliar o risco de epidemias de dengue nos estados e municípios brasileiros. Denominada de “Risco Dengue”, a metodologia utiliza cinco critérios básicos: incidência de casos nos anos anteriores, índices de infestação pelo mosquito Aedes aegypti, tipos de vírus da dengue em circulação, cobertura de abastecimento de água e coleta de lixo e densidade populacional. A nova metodologia reforça o caráter intersetorial do controle da dengue e permite aos gestores locais de Saúde intensificar as diversas ações de prevenção nas áreas de maior risco. Os municípios identificados como de risco alto e risco muito alto estão sendo orientados sobre a adotar ações para maior controle da dengue.

 

“Nem mesmo os municípios que estão em baixo risco e risco moderado de epidemia no próximo ano podem baixar a guarda”, afirma Arruda Bastos, Secretário da Saúde do Estado. Ele informa que em 57 municípios do Ceará o risco de epidemia é baixo e em 41 municípios o risco é moderado. O Secretário afirma ainda: “queremos discutir com os gestores municipais tudo que pode ser feito para evitar epidemia semelhante aos picos vividos no Ceará em 1987, 1994, 2001 e 2008, anos que o número de casos da doença foi elevado e tivemos muitos óbitos”.

 

Este ano, o Ceará tem 11.996 casos confirmados de dengue em 122 municípios. Há 19 óbitos confirmados. Desse total, seis por dengue hemorrágica e 13 dengue com complicação.

 

16.12.2010

Assessoria de Imprensa da Sesa

Selma Oliveira (soliveira@saude.ce.gov.br / 85 3101.5220)