Pós-Graduação em Ciências Veterinárias da UECE alcança a melhor nota do N/NE

23 de dezembro de 2010

O Programa de Pós-Graduação em Ciências Veterinárias (PPGCV) da UECE alcançou conceito 6 em avaliação feita pela Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes) – a melhor nota do Norte-Nordeste e a 4º no Brasil, na área de Medicina Veterinária. A Capes atribui notas na escala de “1” a “7” e os conceitos 6 e 7 indicam desempenho equivalente ao alto padrão internacional. Um dos motivos para o alcance do conceito elevado e posição destacada foi a aquisição de um microscópio confocal de varredura a laser, que fez evoluir as pesquisas e melhorar a qualidade dos trabalhos desenvolvidos. “Sem dúvidas, essa conquista representa um grande avanço para a UECE e um dos fatores que contribuíram para isso foi a aquisição de equipamentos de ponta”, comenta Ana Paula Rodrigues, que coordena o Laboratório de Manipulação de Oócitos e Folículos Ovarianos Pré-antrais da Universidade (Labofopa), onde o microscópio está alocado.

 

O investimento para a compra do equipamento foi da Secretaria da Ciência, Tecnologia e Educação Superior do Estado (Secitece) e girou em torno de R$ 1 milhão. Avançado instrumento para a ciência, o equipamento é utilizado para aumentar o contraste da imagem microscópica e construir imagens tridimensionais.

 

O microscópio possui demandas do PPGCV e do doutorado em Biotecnologia da Rede Nordeste de Biotecnologia (Renorbio), que envolve mais de 30 instituições de ensino e pesquisa do Nordeste. “A aquisição do equipamento representou um ganho muito grande para as duas pós-graduações, haja vista ser uma ferramenta valiosa para a obtenção de imagens de alta resolução e estudo de uma variedade de amostras biológicas, as quais constituem alvo de inúmeros estudos realizados por pesquisadores de ambos os programas”, destaca Ana Paula.

 

O PPGCV é o terceiro programa de pós-graduação com nota “6” do Ceará, junto com Física e Farmacologia, ambos da UFC. Na área de Medicina Veterinária, o PPGCV agora faz companhia a três das mais importantes universidades do Brasil: UFMG, UFRSM e USP. O resultado da avaliação, realizada a cada três anos, foi divulgado pela Capes no segundo semestre de 2010.

 

Curso promoveu capacitação para o equipamento

 

O microscópio confocal foi tema de curso teórico/prático promovido pela UECE com pesquisadores da Fiocruz do Rio de Janeiro e de Recife, que contou com 99 participantes, entre estudantes de pós-graduação oriundos da UECE, UFC, Unifor, bem como de uma professora da USP, dentro da política do Governo do Estado de possibilitar a utilização do equipamento por multiusuários. Através do site da Secitece a coordenadora Ana Paula Rodrigues foi contactada pela organizadora de um curso de microscopia confocal a ser ministrado no início de 2011 por uma equipe da Inglaterra, participando como um dos pontos focais de treinamento.

 

23.12.2010

Assessoria de Imprensa da Secitece

Cynthia Pinheiro Cardoso (cynthiacardoso85@gmail.com / 85 3101.6466 – 8877.9710)