Posse: Cid Gomes reafirma compromisso com os cearenses

1 de janeiro de 2011

O governador reeleito Cid Gomes e o vice governador Domingos Filho foram empossados para os respectivos cargos, neste sábado, 1º de janeiro, para o mandato que se encerra em 31 de dezembro de 2014. A sessão aconteceu no Plenário 13 de Maio, da Assembleia Legislativa, e foi aberta  pelo atual presidente da casa, deputado Gony Arruda.

 

O governador chegou a Assembleia, acompanhado da Primeira Dama, Maria Célia Habbib. No Plenário, Cid foi recebido por líderes partidários, familiares, amigos e autoridades. Após assumir o compromisso de posse, o chefe do executivo estadual revelou, através do seu discurso, as prioridades e os desafios para o quadriênio, nas pastas da saúde, segurança, educação, infraestrutura, emprego e renda, turismo, ciência e tecnologia, entre outras.

 

De acordo com Cid Gomes todos os investimentos do governo estadual serão mantidos nessa nova gestão. No entanto, Cid afirmou que algumas medidas poderão ser tomadas no que diz respeito ao custeio da máquina administrativa. “Todo cuidado devemos tomar, para evitar desperdício dos recursos públicos”, ressaltou Cid.

 

O governador também adiantou que pretende se unir com os demais governadores do Nordeste para elaboração de um projeto estruturante de desenvolvimento para a região a ser pleiteado com a Presidenta Dilma Roussef. “Eu estou muito otimista de que a Dilma tem um olhar especial com o Nordeste do Brasil”.  

 

Durante o discurso, Cid Gomes reafirmou o compromisso com os cearenses de continuar avançando no trabalho iniciado há quatro anos. “É indispensável seguir integrando crescimento econômico e inclusão social, produzindo riquezas e fazendo com elas sejam distribuídas de modo a melhorar a qualidade de vida de todos os cearenses”, ressaltou.

 

De acordo com o governador os investimentos do governo estadual na última gestão se aproximaram de R$ 7 bilhões, sem qualquer redução do patrimônio público e ainda com a redução da dívida do Estado, com relação a Produto Interno Bruto (PIB) que caiu de 8,4% em 2006 para R$ 6,3% em 2010. 

 

Emocionado, Cid lembrou o pai, José Euclides, homenageou o irmão Ciro Gomes a quem caracterizou como “grande líder político e grande homem” e definiu o povo cearense como “uma raça de heróis, acostumada a vencer as inclemências do clima e da vida”. E deixou a mensagem: “Vamos todos arregaçar as mangas e trabalhar muito, já a partir de agora, para a concretização dos sonhos de todos os cearenses”.

 

Ato Ecumênico

 

Antes da sessão solene na Assembleia Legislativa, o Governador reeleito, Cid Gomes, e seu vice, Domingos Filho, participaram de um ato ecumênico na Residência Oficial. O rito teve como celebrantes o Presidente da Federação Espírita do Estado do Ceará (FEEC), jornalista Nonato Albuquerque; o pastor da Igreja Batista Central de Fortaleza, Armando Bispo, e o padre da Igreja Bizantina, Nélio Façanha.

 

Nonato Albuquerque iniciou a celebração fazendo uma reflexão sobre o compromisso que Cid reassume com o povo cearense. O espírita também fez uma breve avaliação de sua gestão, que classificou como um Governo marcado por grande realizações em benefício do Ceará. “Um verdadeiro homem é aquele que governa com justiça e amor, Cid tem essas características”, ressaltou Nonato.

 

Armando Bispo deu continuidade ao rito destacando também o trabalho de Cid durante os quatro anos do seu Governo. “Seu último mandato teve uma relevante aceitação do povo cearense, com mais de 70% de aceitação, isso reflete o sucesso do seu mandato”, citou. O pastor lembrou do encontro que teve Cid Gomes durante a campanha de 2010, que segundo ele só reforçaram a sua convicção do empenho do Governador em melhorar a vida dos cearenses, e sua crença na política. “Sou testemunha do seu empenho em garantir melhorias para o nosso povo. Hoje volto a acreditar na palavra de um homem público”, finalizou.

 

Durante seu sermão, o Padre Nélio fez um paralelo da atuação de Cid a frente do Estado com o versículo Lucas (Capítulo 10: Versículo 17 a 22). Em seguida ele destacou as alianças que Cid fez em seu mandato, que na sua avaliação “engradeceram o Estado”. “Cid é um governador sábio, amigo e compromissado com seu povo. Pedimos a Deus que ele, junto com seu vice e secretários, tenha uma visão melhor para engrandecer ainda mais o Ceará e encarar os desafios”, pediu o Padre.

 

Nonato Albuquerque encerrou a cerimônia rezando a oração do Pai Nosso. O rito contou com a presença do ex-governador e deputado eleito, Francisco Pinheiro, secretários estaduais e deputados estaduais e federais.

 

01.01.2011

Coordenadoria de Imprensa do Governo do Estado

Casa Civil (comunicacao@casacivil.ce.gov.br / 85 3101.6247)