Divisão de Homicídios esclarece morte do Padre Josenir

7 de janeiro de 2011

A Divisão de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) prendeu dois dos quatro acusados da morte do padre Josenir Moares Santana, assassinado com um tiro nas costas no dia 25 de outubro do ano passado. Todo o grupo teve prisão preventiva decretada pela Justiça. A Polícia espera prender os demais integrantes em breve. As investigações ocorreram sob o comando do titular da DHPP, delegado Rodrigues Júnior e estão sob Segredo de Justiça.

 

O crime aconteceu na altura no quilômetro 77 da BR-222 (São Luis do Curu). O Sacerdote foi encontrado dentro de veículo pertencente à Arquidiocese de Fortaleza com um tiro nas costas. Ele era pároco da Igreja de Nossa Senhora do Perpétuo Socorro, em Fortaleza, e morreu quando retornava de uma festa em São Gonçalo do Amarante, onde já havia trabalhado.

 

O crime teve grande repercussão nas comunidades católicas de Fortaleza e de São Gonçalo. O Padre Josenir  foi descrito em nota da Arquidiocese de Fortaleza como um “religioso conhecido por sua simplicidade, sua alegria juvenil, e que conquistava a todos, mesmo os que se encontravam afastados da comunidade”. A nota também destacava “seu empenho sacerdotal, seu dinamismo e criatividade. Muito comunicativo sempre incentivava a comunidade a viver os ensinamentos de Jesus e seu amor com os mais pobres”.

 

Mais informações: Morgana Cruz  – 8811.0499 ou 3101.7381

 

07.01.2011

 

Assessoria de Comunicação da SSPDS
Henrique Silvestre e Joslen Herbster (85 3101.6517/3101.6518 / ascom@sspds.ce.gov.br)