Novo radar meteorológico cobrirá todo o Ceará

10 de janeiro de 2011

O Ceará vai ganhar até o próximo mês de meio um novo radar meteorológico. O equipamento permitirá calcular com precisão a chegada de chuvas, sua intensidade, as áreas a serem atingidas, bem como a ocorrência de descargas elétricas e granizo, em todas as regiões do Estado. Ele está sendo instalado na serrinha de Santa Maria, no pico de 700 metros de altitude, no município de Quixeramobim, na região Sertão-Central, e terá uma área de cobertura útil de 400 quilômetros. Com o alcance, fica assegurado o monitoramento de todas as regiões do Ceará, assim como parte dos estados do Piauí, Pernambuco, Rio Grande do Norte e Paraíba.

De acordo com o gerente de departamento da Fundação Cearense de Pesquisa e Meteorologia (Funceme), Antônio Geraldo Ferreira, para a implantação do novo radar estão sendo investidos R$ 12 milhões por parte do Governo Estadual, em parceria com o Ministério da Ciência e Tecnologia. Com o novo equipamento, o monitoramento do tempo será feito em tempo real e possibilitará ações preventivas. Ele afirma que, se a chuva vier para o Estado como uma frente fria, a informação será obtida com uma antecedência de seis horas.

A escolha do local, segundo o gerente, foi criteriosa, uma vez que Quixeramobim é o centro geográfico do Ceará e foi escolhido o pico mais alto, local livre de obstáculos. O radar já em funcionamento na Capital tem alcance de 120 quilômetros. O sistema de radares será um importante instrumento na antecipação das ações da defesa civil e da operação de sistema de reservatórios para controle de cheias. Adicionalmente, conforme Geraldo Ferreira, as informações do sistema de radares podem ser utilizadas para aplicações na agricultura e detecção de descargas elétricas.
“Nos últimos anos, muito tem se investido em tecnologia na Funceme e hoje temos igualdade com qualquer centro meteorológico nacional. Recebemos imagens de cinco satélites. Há sete anos se pensava na implantação desse equipamento”, explica. Ele lembra que com o aumento no número de enchentes registrados em todo o País, o Brasil está investindo em uma rede nacional de radares e os dois equipamentos da Funceme vão compor essa rede nacional.

Além da instalação do equipamento, o Governo Estadual tem garantido toda a infraestrutura necessária para o funcionamento. Entre eles, a construção de uma estrada ligando a sede do município de Quixeramobim ao pico da serra, com uma extensão de 12 quilômetros, com investimento de R$ 1,3 milhão.   

Agricultura

Entre os setores beneficiados com a implantação do novo radar, está a agricultura. Para o presidente da Empresa de Assistência Técnica e Extensão rural do Ceará (Ematerce), José Maria Pimenta, o Governo do Estado já tem o programa de distribuição de sementes “Hora de Plantar” e aliado ao monitoramento da umidade do solo em toda a região, só beneficiará os agricultores. “No semiárido, por exemplo, há a diferença para quem planta pela manhã e quem planta a tarde. Cada agricultor terá o extrato de quanto choveu na plantação dele. Nós já temos o programa de distribuição de sementes que casado com o monitoramento das chuvas, os 300 mil agricultores vão iniciar o plantio da hora apropriada”, sintetiza.

 

10.01.2011

Coordenadoria de Imprensa do Governo do Estado

Casa Civil (comunicacao@casacivil.ce.gov.br / 85 3101.6247)