Peça de teatro alerta sobre riscos da dengue

21 de Janeiro de 2011

Julieta foi atacada pelo Aedes aegypti. Toda dolorida, “quebrada”, não quer nem conversa com Romeu. Ele, sem saber que o Aedes aegypti é um mosquito que transmite a dengue, fica cheio de ciúme, achando que é o nome de um traidor e aquele amor, jurado eterno entre o casal mais clássico da literatura de todos os tempos, está ameaçado. O final da história e a mensagem do cuidado permanente com a dengue será visto pelos comerciários que costumam fazer refeições nos restaurantes do Serviço Social do Comércio (Sesc) e ainda por crianças da colônia de férias da instituição. Quando? No próximo sábado, 22, às 12 horas, a peça de teatro ¨Romeu e Julieta no tempo da dengue¨, escrita por José Mapurunga, e patrocinada pela Secretaria da Saúde do Estado, será apresentada na colônia de férias no Sesc Iparana, em Caucaia.

 

A peça também será vista nos dias 24, segunda-feira, e 25, terça-feira. No dia 24 por comerciários do restaurante da Rua Clarindo de Queiroz, 1740, às 13 horas. Entre o sabor do almoço e a sobremesa assistirão a cenas de Romeu e Julieta, feitas por atores da Cia Cearense de Molecagem,   que, no final da peça, cumprem o papel de mobilizar a população para a vigilância 24 horas contra o mosquito Aedes aegypti. No dia 25, às 12 horas, será a vez dos comerciários que frequentam o restaurante do Sesc no centro, Avenida 13 de Maio, 692, dividirem a refeição com a a atenção na peça de teatro.

 

A Secretaria da Saúde do Estado tem dezenas de parcerias na prevenção e controle da dengue. O Sesc, uma das 20 instituições que fazem parte do Comitê Estadual de Mobilização contra a Dengue,  é uma delas. A peça de teatro ¨Romeu e Julieta no tempo da Dengue¨ é liberada pela Sesa para reforçar, com o poder da arte, as ações de combate ao mosquito.

 

21.01.2011

 

Assessoria de Imprensa da Sesa:

Selma Oliveira  – soliveira@saude.ce.gov.br – 085 3101.5220