Combate à dengue entra em campo no clássico Ceará X Fortaleza neste domingo (30)

28 de janeiro de 2011

No primeiro clássico rei deste ano entre Ceará e Fortaleza, no estádio Castelão, neste domingo (30), às 16 horas, os jogadores e torcedores, além de futebol, vão ser mobilizados a agir contra a dengue. Além do placar informando constantemente sobre cuidados básicos para evitar a multiplicação do mosquito Aedes aegypti, transmissor da doença, faixas gigantes nas arquibancadas chamam a atenção para a nova campanha ¨Dengue: se você agir, podemos evitar¨, do Ministério da Saúde.

 

Nos portões de aceso ao Castelão, a Secretaria da Saúde do Estado vai distribuir entre os torcedores folderes que destacam como cada um, com uma ação simples, pode fazer a sua parte na prevenção da doença, como limpar bem e tampar a caixa d`água, tonéis e baldes, não jogar lixo nas ruas, deixar pneus sempre cobertos.

 

Não é a primeira vez que a Sesa faz mobilização contra a dengue dentro do Castelão. Há dois meses, no jogo Ceará X Atlético Paranaense, pelo campeonato  brasileiro, o estádio também foi tomado por uma ação de saúde, com o objetivo de despertar nas torcidas consciência coletiva e sanitária no combate à dengue.  A ideia de repetir a mobilização, reforçando as mensagens de prevenção entre jogadores e torcedores, surgiu durante reunião feita pela Sesa com a participação de representantes de nove órgãos do governo do Estado, na manhã desta terça-feira (25).

 

Na reunião, o coordenador de promoção e proteção à saúde da Sesa, Manoel Fonsêca, apresentou o plano ¨Ceará em ação contra a dengue¨, que traz objetivos e metas para dezenas de ações de mobilização para mexer com a população, visando ampliar a prevenção contra o mosquito.

 

O secretário Arruda Bastos, que participou da reunião, destacou a necessidade do trabalho integrado, envolvendo, além da saúde, outras secretarias e órgãos estaduais, na redução dos focos do mosquito e do número de casos da dengue. ¨Trabalhamos os 365 dias do ano. De forma integrada, temos mais chances de prevenir e controlar a doença¨, afirmou o secretário da saúde, Arruda Bastos, que  participou da reunião.

 

28.01.2011

 

Assessoria de Imprensa da Sesa:

Selma Oliveira (soliveira@saude.ce.gov.br – 85 3101.5220)