Ministro da Saúde reúne prefeitos para reforçar combate à dengue

25 de fevereiro de 2011

O ministro da Saúde, Alexandre Padilha, estará em Fortaleza neste sábado (28), às 10 horas, com o governador do Estado; o secretário da Saúde, Arruda Bastos; prefeitos e secretários de Saúde dos municípios para  conhecer as ações de combate à dengue no Ceará e reforçar a mobilização. A reunião será no auditório da Escola de Saúde Pública do Ceará (ESP-CE), na Avenida Antônio Justa, 3161, Meireles.

 

O ministro está percorrendo os 16 Estados com alto risco de epidemia este ano. A mobilização nos Estados inclui o conhecimento do sistemas de prevenção, de controle dos criadouros do mosquito Aedes aegypti, transmissor da doença, e ainda o serviço de assistência aos pacientes. Segundo o Ministério da Saúde, a caravana do ministro serve para alertar cada vez mais a população sobre a importância da adoção de medidas para evitar a multiplicação do mosquito. Para o secretário Arruda Bastos, ¨a vinda do ministro desperta mais a população para o perigo da dengue e faz com que os prefeitos avancem em ações permanentes e efetivas no controle da doença¨.

 

Desde o fim do ano passado, a Secretaria da Saúde do Estado intensificou as ações de mobilização e de controle da dengue. A primeira grande mobilização foi a ¨Caravana da dengue¨, tendo à frente o secretário Arruda Bastos. Em dezembro, ele e uma equipe de técnicos da Sesa realizaram em Juazeiro do Norte e em Sobral encontros com os gestores municipais das duas macrorregiões para fazer um alerta sobre os riscos de epidemia e chamar a atenção para a necessidade imediata de promover a limpeza das cidades e de regularidade dos trabalhos dos agentes de endemias nas visitas domiciliares. Tudo para reduzir a infestação do mosquito e, consequentemente, a quantidade de casos da doença.

 

Ainda como ação de mobilização, a Sesa vem realizando reuniões periódicas com os integrantes do Comitê Estadual de Mobilização contra a Dengue. O número de instituições participantes foi ampliado de 20 para 22, com a participação da Federação das Indústrias do Estado do Ceará (FIEC) e da Defensoria Pública do Estado. A Fiec até já organizou para o período de 28 deste mês a 4 de março a campanha Ïndústria sem dengue¨, que vai mobilizar 150 mil trabalhadores das indústrias cearenses. Ainda nas ações de mobilização, a Sesa utilizou a força do esporte. Foi ao estádio Castelão durante dois jogos com a distribuição de folderes informativos, faixas nas arquibancadas e no placar dicas de como prevenir a dengue.

 

Com a finalidade de alertar os profissionais para o diagnóstico mais rápido da dengue, principalmente em crianças, a Sesa lançou na última sexta-feira, 18, e enviou para os profissionais de saúde de todo o Estado uma nota técnica. Na nota, são destacados os sintomas da doença e a importância da hidratação. Na assistência aos pacientes, a quantidade de leitos foi ampliada. O Hospital Infantil Albert Sabin, da rede estadual, 23 leitos foram disponibilizados. O Hospital São José, também da rede Sesa, reforça a estrutura de atendimento com mais 18 leitos. O Hospital da Polícia Militar, que deve ser integrado à rede Sesa, disponibiliza 45 leitos.

 

25.02.2011

Assessoria de Imprensa da Sesa

Selma Oliveira (soliveira@saude.ce.gov.br / 85 3101.5220)