1.140 moradias são destinadas aos movimentos sociais

11 de março de 2011

O governador Cid Gomes anunciou nesta sexta-feira (11), durante reunião com representantes do Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra (MST) e do Movimento Central Popular (MCP), a construção de 1.140 unidades habitacionais para atender as famílias do reassentamento Sítio São Jorge, no conjunto José Walter, em Fortaleza. As unidades serão custeadas através do programa do Governo Federal, Minha Casa Minha Vida, e aportará do Governo Estadual uma contrapartida de R$ 4,5 milhões.

De acordo com dados repassados pelo secretário das Cidades, Camilo Santana, o convênio com a Caixa Econômica para o início das obras será assinado até o mês de julho. O secretário explica ainda que o convênio a ser celebrado prevê a construção de 6 mil unidades, sendo que as outras 4.860 unidades habitacionais serão para atender famílias com renda de 0 a 3 salários mínimos, que se enquadram no perfil do programa Minha Casa Minha Vida. Camilo acrescenta que nos próximos três anos serão construídas um total de 19.280 moradias populares através do programa federal, em Fortaleza.

 

 

Do encontro com o governador Cid, além de Camilo Santana, estiveram presentes do secretário do Desenvolvimento Agrário Nelson Martins, representantes da Caixa Econômica Federal, da Prefeitura de Fortaleza e empresários que doaram o terreno para a construção das casas.

 

11.03.2011

 

Coordenadoria de Imprensa do Governo do Estado

Casa civil (comunicacao@casacivil.ce.gov.br / 8878.8462)