Escola Estadual é considerada modelo de ensino na área rural

1 de Abril de 2011

A Escola Estadual Custódio da Silva Lemos, em Guanacés, distrito do município de Cascavel, foi destaque no Globo Rural nesta sexta-feira (1) , durante uma série sobre educação no campo. A unidade, considerada modelo pela reportagem, mostrou como acontece a aprendizagem dos alunos, projetos sobre as questões ambientais e a infraestrutura ofertada pela unidade de ensino.

 

A equipe chegou à escola no dia em que os alunos debatiam sobre clima e os impactos da desertificação. A partir desse momento, presenciaram toda a dinâmica das aulas teóricas e práticas, além do Projeto Trilha Ecológica. Conforme o diretor da Escola, César da Costa, além da estrutura disponível na unidade, esse projeto prevê ações como seminários, palestras, aulas de campo e visitas a agricultores da região litorânea. O objetivo é estimular a pesquisa científica por parte dos estudantes, sensibilizar os jovens, produtores e sociedade civil para uma consciência ecológica.

 

A Escola atende a 600 alunos numa área construída de quatro mil metros quadrados. Além das salas de aula e espaço para as dependências administrativas, dispõe de laboratórios de Ciências (Física, Química e Biologia) e de Informática. Integra a 2ª Coordenadoria Regional de Desenvolvimento da Educação (Crede), sediada em Horizonte.

 

A atual gestão da Secretaria da Educação (Seduc) prevê a construção de escolas no Interior com a mesma qualidade de uma unidade de área urbana. Os prédios já existentes recebem reformas e adequações para a implantação de laboratórios de Ciências e Informática, bibliotecas com acervo variado, entre outras melhorias.

 

Com relação aos projetos ligados às questões ambientais, um levantamento da Seduc aponta que mais de 90% das 600 escolas na Capital e no Interior desenvolvem atividades sobre a temática com seus alunos.

 

01.04.2011

 

 Assessoria de Imprensa da Seduc

Jacqueline Cavalcante – jacquelinec@seduc.ce.gov.br – 85 3101.3972