Famílias da zona rural receberão 7.089 fogões ecológicos

4 de Maio de 2011

As famílias de baixa renda que residem na zona rural do Ceará e que ainda dependem de fogões à lenha poderão receber 7.089 equipamentos ecoeficientes. Os novos fogões, implantados pela Secretaria das Cidades, diminuem o impacto ambiental por aproveitar melhor o calor gerado pela queima da lenha. Serão investidos cerca de R$ 3,17 milhões. Cada fogão custa, aproximadamente, R$ 448.

 

Desde o início do projeto, em 2007, já foram instalados 17.058 fogões   ecoeficientes para beneficiar famílias de baixa renda. “Para muitas famílias, a renda não permite ter fogão a gás em casa. Elas, necessariamente, utilizam lenha para preparar seus alimentos. Os fogões ecoeficientes ajudam a, pelo menos, diminuir a quantidade de lenha necessária para cozinhar”, afirma o secretário das Cidades, Camilo Santana.

 

Este novo fogão, desenvolvido pelo Instituto de Desenvolvimento Sustentável e Energias Renováveis (Ider), é feito de tijolo refratário e uma caixa de metal, o que garante uma queima de biomassa bem mais eficaz, reduzindo assim o consumo de lenha e garantindo a preservação do meio ambiente.

 

Cada fogão ecoeficiente também possui uma chaminé, eliminando totalmente a fumaça do ambiente intra-domiciliar, contribuindo assim para a diminuição das doenças cardiorrespiratórias que atingem  principalmente as mulheres e crianças. O projeto também ajuda na geração de renda nas comunidades envolvidas, pois os fogões são instalados por pedreiros dos próprios municípios. Além disso, antes da implantação dos fogões são realizadas reuniões comunitárias para discutir com as famílias a importância de preservação do meio ambiente e a valorização da caatinga.

 

04.05.2011

Assessoria de comunicação
Giselle Dutra/Márcio Teles
Tel: 85 3101-6244, 85 8603-0569 e 85 8603-0369
www.cidades.ce.gov.br
twitter:@SCidades