Mais 21.500 pessoas serão beneficiadas pelo Programa Leite Fome Zero

2 de junho de 2011

O Governo Federal autorizou a ampliação do Programa do Leite Fome Zero no Ceará, beneficiando mais 21.500 pessoas em situações de insegurança alimentar e nutricional. Com isso, aproximadamente 600 produtores familiares serão inseridos no programa. Atualmente, o Leite Fome Zero distribui 56 mil litros de leite por dia. A partir do segundo semestre, serão 74.777 litros com aumento de 18.500 em leite bovino e 5 mil em caprino.

 

A ampliação da meta do programa partiu de uma proposta levada ao Ministério do Desenvolvimento Social e Combate à Pobreza (MDS). Segundo a técnica Gizeli Morais, atualmente existem 2.400 produtores cearenses cadastrados no programa, “com a ampliação podemos inserir mais produtores familiares atendidos pelos Centros Comunitários Produtores de Leite”, afirma a técnica. Os centros são unidades construídas pela Secretaria do Desenvolvimento Agrário (SDA) com tanques de resfriamento financiados pelo MDS.

 

Segundo o coordenador do Leite Fome Zero no Ceará, Márcio Peixoto, existem 148 tanques de resfriamento de leite instalados no Ceará. Ele afirma que os produtores cearenses têm capacidade de fornecer leite suficiente para a (SDA) distribuir 100 mil litros de leite por dia.“O intuito é a universalização do Programa Leite Fome Zero no estado”, destaca.

 

O Programa Leite Fome Zero é uma parceria entre o Governo Federal e Estadual, que compram o leite dos produtores e distribuem aos beneficiários. O objetivo é combater a fome e desnutrição, atendendo crianças (de 2 a 7 anos), gestantes e idosos (acima de 60 anos), em situação de insegurança alimentar e nutricional.

 

02.06.2011

Assessoria de Comunicação da SDA
Munique Freitas (munique.freitas@sda.ce.gov.br / 3101.8105