Metrô retira dez toneladas de lixo às margens da via férrea

2 de junho de 2011

Em um mês de trabalho, a Companhia Cearense de Transportes Metropolitanos – Metrofor já recolheu mais de dez toneladas de lixo ao longo da linha férrea que liga Fortaleza a Caucaia. A limpeza se estenderá ao longo de dez quilômetros da Linha Oeste. Por conta da grande quantidade de pontos de lixo, a limpeza permanece sendo feita na Estação São Miguel, em Caucaia. Os próximos pontos da operação serão no Parque Albano, Conjunto Ceará e Jurema.

 

 

A operação de limpeza do Metrofor conta com a parceria das Regionais III, V e Prefeitura de Caucaia. A retirada de pontos de lixo é feita pelo Metrofor dentro da sua faixa de domínio. O lixo recolhido por máquinas está sendo colocado em caçambas fornecidas pelas regionais e Prefeitura de Caucaia e encaminhado ao aterro sanitário. O trabalho de limpeza já contemplou cerca de dois quilômetros, da passagem de nível da rua Jacinto de Matos, no bairro Jacareacanga, até a Curva da Carbomil, que fica sob o viaduto da BR-222. Também está sendo feito o trabalho de varrição e capinagem.

 

 

O gerente de Sistemas Fixos e Via Permanente, Paulo Cunha, explica que o Metrofor já realiza limpeza periódica dentro de sua faixa de domínio, mas sentiu a necessidade de realizar uma ação extra por conta da grande quantidade de pontos de lixo ao longo da Linha Oeste. O acúmulo de lixo se deve, principalmente, ao mau hábito de alguns moradores das margens da ferrovia que jogam todo tipo de entulho nos trilhos. “Encontramos aqui sofá, restos de construção e até animais mortos”, relata.

 

 

Paulo Cunha é taxativo ao declarar que o trabalho do Metrofor será apenas paliativo se a população não mudar seus hábitos. A grande preocupação do órgão é que o acúmulo de lixo se transforme em foco de várias doenças, inclusive da dengue. O despejo de lixo nos trilhos também é um risco para a segurança do tráfego de trens. “Temos que ter a colaboração da população. Não adianta a gente limpar se as pessoas continuarem jogando lixo na via permanente. É questão de educação também”, apela.

 

 

Pensando na conscientização da população é que a Companhia Cearense de Transportes Metropolitanos – Metrofor mantém também desde 2002 o projeto Metrô e Cidadania que leva palestras educativas para escolas, centros comunitários, igrejas e outras entidades instaladas próximo da linha férrea. A ideia é sensibilizar a população a cuidar da estrutura ferroviária, evitando atos de vandalismo contra os trens, nas estações e ao longo da via férrea; e ainda o despejo de lixo nos trilhos, a criação de animais domésticos na faixa de domínio e a abertura de passagens de pedestres improvisadas.

02.06.2011

 

Assessoria de imprensa do Metrô de Fortaleza

Viviane Lima (viviane@metrofor.ce.gov.br – 3101.7183 ou 8724.2147)