Inauguração do TMUT do Pecém será dia 5 de agosto

6 de junho de 2011

A inauguração do Terminal de Múltiplo Uso do Porto do Pecém (TMUT) acontecerá no dia 5 de agosto. A definição da data aconteceu nesta segunda-feira (6) durante reunião, no Palácio da Abolição, entre o governador Cid Gomes e secretários para avaliar o Monitoramento de Ações e Programas Prioritários (Mapp). O encontro deu continuidade à reunião iniciada no último sábado (4). Durante a reunião foi definido um novo calendário de inaugurações até meados de agosto. Na reunião também foi anunciado para o dia 4 de agosto o início da terraplanagem do terreno da
Siderúrgica.

 

Entre as ações também com datas definidas estão os testes da Linha Sul do Metrô de Fortaleza – que acontecerão no próximo dia 20 -, bem como a entrega de trens para a Linha Oeste, no próximo dia 13. No calendário ainda estão a entrega de 12 escolas até o fim do mês de julho,  a inauguração dos setores de obstetrícia e hemodiálise do Hospital Geral de Fortaleza (HGF), duas policlínicas (Pacajus e Russas) e dois Centros de Especialidades Odontológicas (CEOs), em Brejo Santo e Crateús, entrega do Parque de Exposições de Sobral, no Norte do Estado. Confira as datas de inauguração acessando o link: Calendário de Inaugurações.

 

Ainda na reunião, Cid Gomes e o secretariado fizeram ajustes nos convênios entre instituições. No encontro de avaliação do Mapp, no último sábado, foram apresentados novos projetos a serem implementados até 2014.  Entre eles estavam a universalização do abastecimento de água potável, desenvolvimento da pesca, formação de médicos especialistas para hospitais públicos, automação na fiscalização de mercadorias e gestão integrada de resíduos sólidos.

 

TMUT

 

O Terminal de Múltiplo Uso (TMUT) contará com dois berços, que atenderão aos navios porta-contâiner; à ampliação do quebra-mar, para mil metros; e ao prolongamento da ponte existente, de 348 metros. O investimento é de aproximadamente R$ 410 milhões. O Terminal irá atender a crescente demanda de movimentação de contêineres e carga geral, consolidando a vocação do terminal como porto concentrador de cargas e manter a sua consolidação de maior exportador de frutas e calçados do país. A capacidade estimada de movimentação de contêineres será ampliada dos atuais 250.000 TEUS/ano para 760.000 TEUS/ano.

 

Siderúrgica

 

A CSP será uma usina integrada e terá capacidade de produção de 3 milhões de toneladas de placas de aço para exportação, podendo chegar a 6 milhões numa 2ª fase. A previsão é de que o projeto entre em operação em 2014. Trata-se de um dos mais importantes empreendimentos privados do Nordeste e um dos maiores do Brasil, com investimentos previstos em 4 bilhões de dólares e geração de 15 mil empregos durante a obra. Na fase operacional serão mais 4 mil empregos diretos e outros 10 mil indiretos. Além de placas de aço, a CSP também produzirá energia elétrica para consumo próprio, sendo que o excedente será disponibilizado ao mercado nacional.

 

06.06.2011

Coordenadoria de Imprensa do Governo do Estado

Casa Civil (comunicacao@casacivil.ce.gov.br / 85 3466.4898)