Linha Sul: Testes dos trens do Metrô de Fortaleza serão realizados nesta sexta (17)

16 de junho de 2011

O governador Cid Gomes acompanha nesta sexta-feira (17), às 10h30min, os testes em movimento dos primeiros trens do Metrô de Fortaleza. Cid Gomes vai percorrer o trecho de 2,8 quilômetros da Linha Sul, entre as estações Rachel de Queiroz (antiga Pajuçara) e Virgílio Távora (antiga Novo Maracanaú), a bordo de um dos dois primeiros trens unidades elétricas (TUEs), constituídos de três carros cada, com comprimento total de aproximadamente 40 metros. A Linha Sul do Metrô de Fortaleza terá 24,1 quilômetros e vai ligar Pacatuba ao Centro de Fortaleza. São 18 km em trecho de superfície, 4,0 km em subterrâneo e 2,1 km em elevado.

 

Os trens fazem parte de um conjunto de 20 TUEs, adquiridos pelo Governo do Ceará da empresa italiana Ansaldo Breda para operar na Linha Sul do Metrô de Fortaleza. O Estado investiu R$ 240 milhões na compra dos 20 trens. A previsão é que a partir de novembro deste ano, após a conclusão dos testes com os dois primeiros TUEs, comecem a chegar os outros trens da Itália. Quatro composições devem chegar em dezembro e as demais até agosto de 2012.

 

Os 20 TUEs formarão composições no horário de pico, com dois trens acoplados, podendo formar até 10 composições de aproximadamente 80 metros. Cada composição dupla será formada por seis carros, com cabines bidirecionais nas extremidades (o que permite que o trem ande nas duas direções sem precisar fazer retorno). A velocidade operacional do TUE será de 80 km/h, embora a velocidade máxima possa atingir 120 km/h. Durante o horário de vale, a composição tem a flexibilidade operacional de ser desacoplada em menos de quatro segundos, passando a circular com TUE individual de aproximadamente 40 metros.

 

Na chamada fase de testes dinâmicos, estão sendo aferidos os diversos sistemas em operação real dos trens unidades elétricas (TUEs), tais como freios, sistema pneumático, portas, iluminação interna e externa, informações ao passageiro, comandos operacionais, energia de tração, energia auxiliar, sistemas mecânicos (truques, engates, gang way, estrutura) e climatização.

 

A Companhia Cearense de Transportes Metropolitanos (Metrofor) trabalha para que até o início de 2012, o Metrô inicie a operação assistida, período em que os trens vão circular já com passageiros, mas ainda sem cobrança de passagem e em um período de tempo reduzido, fora dos horários de pico. A operação assistida vai assegurar as condições de confiabilidade necessárias para que o trem comece a operar comercialmente.

 

A previsão é que a operação comercial da Linha Sul tenha início no segundo semestre de 2012 entre as estações Carlito Benevides (antiga Estação Vila das Flores) e Parangaba. Atualmente, 89,37% das obras civis da Linha Sul foram executadas. A previsão é que até o fim deste ano, as obras civis sejam concluídas. Toda a Linha Sul terá um investimento de R$ 1,7 bilhão. 

 

Linha Sul

 

A Linha Sul é a primeira linha metroviária do Ceará. Ela será operada com trens unidades elétricas, ou seja, os trens são movidos a energia elétrica a partir de um sistema de catenária.

 

A Linha Sul do Metrô de Fortaleza terá 20 estações: Carlito Benevides (antiga Vila das Flores); Jereissati; Maracanaú; Virgílio Távora (antiga Novo Maracanaú); Raquel de Queiroz (antiga Pajuçara); Alto Alegre; Aracapé; Esperança (antiga Conjunto Esperança); Mondubim; Manoel Sátiro; Vila Pery; Parangaba; Couto Fernandes, Porangabussu; Benfica; São Benedito; José de Alencar (antiga Lagoinha); Central – Xico da Silva (antiga João Felipe). As estações Juscelino Kubitschek (antiga Montese) e Padre Cícero já estavam previstas desde a concepção original da Linha Sul, mas com o Plano de Mobilidade Urbana gerado pela Copa do Mundo da Fifa em 2014, suas implantações foram antecipadas.

 

Ao longo da Linha Sul, são mais de 30 frentes de serviço e 1.500 operários atualmente trabalham no empreendimento. Com a integração plena entre os modais de transporte, a Linha Sul terá capacidade de transportar cerca de 350 mil pessoas por dia numa primeira etapa.

 

Serviço

 

Teste com o primeiro trem do Metrô na Estação Rachel de Queiroz (antiga Pajuçara) – avenida Central s/n – Acaracuzinho – Maracanaú
Data: sexta-feira (17), às 10h30min, saída da Estação Rachel de Queiroz
Como chegar: segue pela CE-060 (sentido Fortaleza Pacatuba), depois da Ceasa, no primeiro gerador entra à direita, segue em frente até passar o viaduto sobre a via férrea, desce o viaduto e segue sentido Pacatuba sempre à margem da via férrea. A Estação Rachel de Queiroz (Pajuçara) é a primeira a surgir.

 

16.06.2011

Assessoria de Imprensa do Metrô de Fortaleza

Viviane Lima (viviane@metrofor.ce.gov.br / 85 3101.7183 – 8724.2147)