Alunos do Ensino Médio vão reforçar aprendizagem durante as férias

5 de julho de 2011

Um total de 137 escolas da rede estadual cearense vai ofertar durante este mês de julho atividades pedagógicas como aulões, simulados e revisões para os alunos do Ensino Médio. A ação faz parte do projeto “O Enem não tira férias” que tem como objetivo reforçar a aprendizagem dos jovens, principalmente do 3º ano, que farão o Exame que acontece no próximo mês de outubro.

 

Conforme o coordenador de Aperfeiçoamento Pedagógico da Secretaria da Educação (Seduc), Rogers Mendes, cada escola funcionará como um polo de atendimento e terá autonomia para definir o que fará e o tempo necessário para as atividades. “Essas escolas estarão abertas para dar apoio aos estudantes que queiram intensificar a preparação para o Enem”, explicou.

 

O acompanhamento do projeto ficará com as Coordenadorias Regionais de Desenvolvimento da Educação (Credes), no interior, e a Superintendência das Escolas Estaduais de Fortaleza (Sefor), na capital. Para participar, o aluno precisa estar matriculado na rede estadual e caso sua unidade de ensino não desenvolva esta ação, poderá se inscrever na escola mais próxima.

 

A Escola Estadual de Educação Profissional Maria Cavalcante Costa, em Quixadá, já organizou sua programação para as três primeiras semanas do mês de julho. Nesse período, os alunos poderão aprimorar os conhecimentos em Língua Portuguesa e Matemática. Na primeira disciplina, o foco será a interpretação e a produção textual, enquanto a segunda as habilidades lógico dedutivas. Os conteúdos serão vistos durante aulas expositivas e em dinâmicas que vão motivar a participação dos estudantes com leituras, produções textuais e resoluções de problemas matemáticos. O projeto escolar foi elaborado pelos professores Antônio Braz da Silva Filho, (Matemática) e Pollyanna de Queiroz Lima Almeida (Língua Portuguesa).

 

A professora defende que a leitura é o primeiro passo para o desenvolvimento de um bom escritor. O professor Antônio diz que a Matemática por sua vez, pode ser entendida como a habilidade de transformar problemas da realidade em problemas matemáticos e resolvê-los interpretando suas soluções na linguagem real.

 

05.07.2011

Assessoria de Imprensa da Seduc

Jacqueline Cavalcante  (jacquelinec@seduc.ce.gov.br /3101.3972)