Infraestrutura cearense é apresentada a empresários coreanos

5 de julho de 2011

O Governador em Exercício, Domingos Filho, recebeu nesta terça (05) o Embaixador da Coreia, Kyong Lim Choi e uma comitiva de empresários coreanos. O encontro aconteceu no Palácio da Abolição, e teve como objetivo apresentar à comitiva as potencialidades do Estado em diversos setores, como Infraestrutura, Instalação de Projetos Estruturantes, Energias Renováveis e Ciência e Tecnologia. Antes do encontro, onde gestores e presidentes dos órgãos do Estado apresentaram os investimentos do Governo do Estado, Domingos Filho, o Embaixador, e o Presidente da Daewoo International, Jong In Rim, tiveram um momento com a imprensa cearense. “O objetivo desse encontro é o mostrar o cenário econômico cearense, através das nossas potencialidades, para que o Ceará possa ampliar o raio de sua relação comercial com a Coreia”, explicou Domingos Filho. 

O Embaixador da Coreia, Kyong Lim, Choi, lembrou que o seu país já inciou um parceria com o Ceará, a partir do convênio firmado entre a empresa brasileira Companhia Vale e as coreanas Dongkuk e Posco, sócias na instalação da Companhia Siderúrgica Pecém (CSP), no Ceará. “Isso fez com que empresas coreanas olhassem para o Ceará. E o momento hoje é de aprofundar nosso conhecimento sobre o Estado, afim de que surjam novas oportunidades. É claro que são necessárias mais visitas e encontros para firmarmos parcerias, mais acredito que esse encontro terá resultados bem positivos”, avaliou o Embaixador.

Embaixador_Dentro_3

Kyong Lim Choi também lembrou que o Ceará tem uma política de incentivo fiscal para atrair novos investimentos com muito êxito e conhecer como esses incentivos estão sendo aplicados é fundamental para empresários coreanos. “Outro fato que nos chama atenção é a economia estadual, que vem crescendo acima da média nacional. Aliados às experiências na área da educação, com a criação de novos equipamentos educacionais e a ampliação do Porto do Pecém formam um conjunto de fatores que despertam muito o nosso interesse”, declarou. “Esse conjunto é fruto da política da gestão do Governador Cid Gomes, que vem conseguindo alavancar o crescimento econômico do Estado”, reforçou Domingos Filho.

Após o momento com a imprensa, o Embaixador e a comitiva Coreana se reuniram com o Governador em Exercício, gestores e presidentes dos órgãos estaduais, onde foi possível apresentar aos visitantes dados dos investimentos do Governo do Estado. Acompanhada do secretário da Infraestrutura, Adail Fontenele, o diretor de implantação e expansão da Cearáportos, Luíz Hernani, fez uma apresentação para demonstrar os dados geográficos e de desenvolvimento do Ceará, principalmente, relacionados à indústria. Aspectos relacionados à qualidade da infra estrutura de abastecimento de água, saneamento, rodovias, ferrovias e de equipamentos foram mostrados como âncoras para a instalação de Projetos Estruturantes, como a ampliação Complexo Portuário do Pecém que prevê a instalação da Siderúrgica e da Refinaria Premium II da Petrobras; o Centro de Eventos e o Acquario do Ceará.

Embaixador_Dentro_2A comitiva também conheceu detalhes da política de Estado para o transporte público, como a utilização do Veiculo Leve Sobre Trilhos (VLTs) e Metrô de Fortaleza. Segundo  Luíz Hernani, esses dois meios são “ferramentas importantes para a logística das empresas já instaladas no Ceará e as que virão investir no Estado”, ressaltou. O Cinturão Digital, uma infraestrutura de 2400 km de fibra óptica para transporte de dados que cobrirá 91% da área urbana do Ceará com Internet banda larga, também foi citado pelo secretário Adail Fontenele como um grande atrativo industrial.

A Refinaria Premium II e a Siderúrgica do Pecém, foram apresentadas como investimentos que deverão elevar a capacidade de produção de bens derivados do petróleo e do aço e, sobretudo, para incrementar o Produto Interno Bruto (PIB) local. “Nessas condições o Estado também terá a oferecer uma mão de obra qualificada com um maior poder de consumo”, destacou Luiz Hernani.

Outro ponto apresentado foi área de energias renováveis, ressaltada como uma vocação, já que o Ceará tem qualidade natural dos ventos e a forte incidência solar. Na ocasião, o presidente da Agência de Desenvolvimento do Estado do Ceará (Adece), Zuza de Oliveira, informou que a empresa dinamarquesa Vestas deverá instalar no município de Maracanaú, Região Metropolitana de Fortaleza (RMF), uma fábrica de montagem de equipamentos para energia eólica no Ceará.

O Secretário Adjunto da Fazenda, João Marcos Maia, apresentou os dados fiscais e desempenho do Estado em receita e arrecadação. “Nos quatro últimos anos houve um crescimento de receita superior a 70%. O Ceará é atualmente o estado brasileiro que mais investe proporcionalmente ao seu tamanho. Isso mostra para os investidores a obstinação do Governo local para proporcionar o desenvolvimento”, ressaltou o secretário adjunto.

A diretora da Administradora da Zona de Processamento de Exportação do (ZPE), Cristiane Pérez, também participou do encontro, onde demonstrou a importância da zona instalada no Complexo Portuário do Pecém. “Os benefícios de uma ZPE são muitos. Menos burocracia, mais incentivos fiscais e maior agilidade por causa da proximidade com o Porto. É uma área destinada exclusivamente para receber empresas de fora. Tudo com muita infraestrutura”, destacou a diretora.

O encontro também contou com a participação do presidente do Conselho Estadual de Desenvolvimento Econômico (Cede), Ivan Bezerra.

 

05.07.2011

Coordenadoria de Imprensa do Governo do Estado

Casa Civil (comunicacao@casacivil.ce.gov.br / 85 3466.4898)