Movimentação no Porto Pecém cresceu 17% no semestre

7 de julho de 2011

Com uma movimentação de 1,3 milhão de toneladas de janeiro a junho de 2011, o Porto do Pecém registrou aumento de 17% em relação ao mesmo período do ano passado, quando foram movimentadas 1,1 milhão de toneladas. Desse total, 379 mil foram registradas nas exportações, enquanto as importações contribuíram com 998 mil toneladas transportadas por 271 navios que operaram no porto cearense, registrando a movimentação de 40 embarcações somente no mês de junho.

 

Os destaques das movimentações de Cargas Gerais foram os produtos siderúrgicos que contribuíram com 240 mil toneladas, seguido as frutas com 77 mil, cereais com 70 mil, algodão (58 mil), Plásticos (50 mil) e sal, com 25 mil toneladas. A movimentação de contêineres, em toneladas, registrou no período uma variação positiva de 39%. De janeiro a junho do corrente ano foram transportadas em contêineres, 811 mil ton, contra 584 movimentadas no ano passado. As exportações contribuíram com 327 mil, enquanto as importações registraram a movimentação de 484 mil ton.

 

No primeiro semestre de 2011 o porto do Pecém movimentou 90 mil TEUs unidade equivalente a um contêiner de 20 pés), com aumento de 28% nas exportações e de 40% nas importações. Nas exportações foram movimentados 29 mil TEUs no longo curso e 17 mil na cabotagem, enquanto nas importações o longo curso contribuiu com 20 mil e a cabotagem com 23 mil.

 

Os produtos que registraram maior volume nas exportações de longo curso foram as frutas (76 mil ton), minérios (56 mil), carne (12 mil) e calçados, com oito mil. Nas importações de longo curso a maior movimentação foi dos produtos siderúrgicos, com 184 mil ton transportadas, seguindo-se os combustíveis minerais (141 mil), clínquer (100 mil) e escória, com 85 mil ton.

 

RANKING

Segundo os dados da Secex – Secretaria do Comércio Exterior do Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio, o Porto do Pecém mantém a liderança no ranking das exportações de frutas e calçados, sendo o segundo colocado na importação de algodão e terceiro na de produtos siderúrgicos.

 

A classificação na exportação de frutas manteve o Pecém na primeira colocação, com participação de 33% entre todos os portos nacionais, seguido pelos portos de Santos (16%), Rio Grande (14), Mucuripe (11) e Itajaí (9%).

 

Liderando a exportação de calçados com participação de 33% o Pecém é secundado pelos portos do Rio Grande, com 30%, Santos (21), Mucuripe (6) e Salvador (4%).

 

Nas importações de produtos siderúrgicos o Pecém participou com 12%, ficando o porto de São Francisco com 24% e o de Santos com 21%. Nas exportações de algodão a liderança ficou com Suape (PE) que registrou participação de 38%, seguido do Pecém, com 27 e Itajaí com 14%.

07.07.2011

Assessoria de Comunicação da Cearáportos

Joseoly Moreira (joseoly@gmail.com – (85) 9983.2525)