Copa 2014: estudo medirá efeitos econômico e social

11 de julho de 2011

Com o objetivo de elaborar estudos de avaliação dos impactos econômico e social dos investimentos que vão ser realizados para receber a Copa do Mundo de 2014 no Ceará, a Secretaria Especial da Copa 2014 (Secopa), o Instituto de Pesquisa e Estratégia Econômica do Ceará (Ipece) e o Centro de Aperfeiçoamento de Economistas do Nordeste (Caen) da Universidade Federal do Ceará selaram parceria.

 

 

A idéia, segundo o professor Flávio Ataliba, diretor Geral do Ipece, é quantificar os investimentos nos âmbitos de geração de renda, emprego, impostos e outros desdobramentos na atividade econômica do Estado. Conforme destacou o secretário especial da Copa 2014, Ferruccio Feitosa, o evento vai atrair investimentos da ordem de R$ 5 bilhões, que irão contemplar desde a reforma e modernização do estádio Castelão até ações voltadas para o meio ambiente e saneamento, transporte e mobilidade urbana, saúde, turismo, energia e telecomunicações.

 

 

 

11.07.2011

 

Assessoria de Imprensa do Ipece

Pádua Martins (padua.martins@ipece.ce.gov.br / 3101.3508)