I Seminário Internacional de Direitos da Mulher acontece em Juazeiro do Norte

10 de agosto de 2011

O I Seminário Internacional de Direitos da Mulher, com o tema Enfrentamento a Violência, vai acontecer nos dias 11 e 12 de agosto. O evento, realizado pela Associação dos Magistrados Brasileiros (AMB), acontecerá em Juazeiro do Norte, no Cariri. O evento irá comemorar o centenário do município de Juazeiro do Norte, no Cariri.

 

Na programação, palestras de importantes nomes do Direito, da Sociologia, da Psicologia Social, do Governo do Estado, representado pela Coordenadoria de Políticas para as Mulheres (Cepam) e também do Governo Federal – este, representado por órgãos como a Secretaria de Direitos Humanos e a Secretaria de Política para as Mulheres da Presidência da República. Em um dos painéis, a Associação, sob a presidência da Cepam, vai promover debates sobre a ação dos poderes públicos no enfrentamento à violência contra a mulher, entre outros  
temas.

 

O evento tem a chancela da Secretaria de Assuntos da Mulher Magistrada da AMB, que foi criada neste ano e está a cargo da  desembargadora do Tribunal de Justiça do Ceará (TJCE), Sérgia Miranda. O evento também contará com a presença da ministra do Supremo Tribunal Federal (STF), Ellen Gracie.  A patronesse do evento é a primeira dama do  Estado do Ceará, Maria Célia  Habib Moura Ferreira Gomes.

 

De acordo com a Coordenadora de Políticas Públicas para a Mulher do Gabinete do Governador (Cepam), Mônica Barroso, a iniciativa da AMB mostra a preocupação e o compromisso  do poder judiciário no enfrentamento da violência contra a mulher no Estado do Ceará. Mônica enfatiza ainda que a participação do Governo, através da Cepam, e dos trabalhos realizados pela primeira dama Maria Célia Ferreira Gomes, em torno da problemática é de grande relevância para animar a sociedade civil no sentido de mudar o cenário em relação as mulheres cearenses.

 

A inscrição para o seminário está aberta até o próximo dia 10 de agosto e pode ser feita pelo portal da AMB (www.amb.com.br). A ideia é reunir magistrados, defensores públicos, membros do Ministério Público, advogados, professores e demais operadores do direito, além de técnicos dos Governos Federal e Estadual e Municipal em torno da causa. No total, serão ofertadas 300 vagas.

 

10.08.2011

Assessoria de Imprensa da Cepam

Camila Rios (camila.rios@gabgov.ce.gov.br / 85 3466.4939)