Copa 2014: Castelão deverá ser o primeiro estádio a ser concluído

12 de agosto de 2011

Até o próximo dia 20 será entregue a primeira etapa das obras de reforma e modernização do Estádio Plácido Aderaldo Castelo, o Castelão. O andamento das obras surpreendeu até o ministro do Esporte, Orlando Silva, que visitou a arena na tarde desta sexta-feira (12), ao lado do governador Cid Gomes e do secretário Especial da  Copa 2014, Ferruccio Feitosa. Ele disse que o Castelão deverá ser o primeiro estádio a ficar pronto para a Copa do Mundo no Brasil.  

O Ministro ressaltou ainda que o Castelão estará apto a ser uma das sedes para a Copa das Conferações, em 2013. Além disso, Orlando Silva destacou que o Castelão é o único estádio do Norte e Nordeste que pode receber uma partida de semifinal da Copa do Mundo FIFA Brasil 2014, por ter capacidade superior a 60 mil espectadores (quase 67 mil lugares). Sobre as obras de responsabilidade do Governo Federal, como a ampliação do aeroporto e do terminal de passageiro do Porto do Mucuripe, o Ministro garantiu que as licitações acontecerão até o fim deste ano.  

Castelo_Dentro

 

Durante a visita, o governador Cid Gomes aceitou o desafio de tornar o Castelão o primeiro estádio a ser concluído para a Copa do Mundo. Ele explicou que cada uma das etapas de reforma e modernização tem um prazo a ser cumprido e, caso a construtora não o cumpra, é aplicada uma multa de R$ 28 mil por dia. “Se uma etapa é entregue antecipadamento o Governo libera a parcela referente àquela etapa, mas se o atraso existe, uma multa será aplicada”, disse  Cid.

Sobre as ações de mobilidade urbana, o Governador explicou os projetos existentes nesse sentido e a proposta para os moradores que deverão ser indenizados. “Existem três casos. O primeiro quando parte da casa é desapropriada, mas não inviabiliza a moradia, e o proprietário recebe a indenização. O segundo, quando a habitação é inviabilizada e a indenização é inferior a R$ 40 mil. Esses proprietários vão receber o dinheiro e ainda um apartamento sem custo algum. O terceiro caso se refere às indenizações superiores a R$ 40 mil. Nessa situação, a indenização é paga e o proprietário tem a preferência em receber um apartamento e pagará uma prestações de R$ 50,00. Eu posso garantir que as indenizações serão justas”, afirmou o Governador.  

Castelo_Dentro_2

 

Sobre o Castelão

Iniciada em 13 de dezembro de 2010, atualmente mais de 800 operários trabalham em três turnos na obra, que já está com suas quatro etapas em andamento e mais de 30% de execução. Segundo informações do consórcio construtor, formado pelas empresas Galvão Engenharia e Andrade Mendonça, a expectativa é de que a obra chegue ao final de 2011 com cerca de 50% de conclusão e seja concluída em dezembro de 2012, a tempo de participar da Copa das Confederações.

Entre os principais pontos do projeto está a aproximação da área que separa o acesso dos torcedores sentados nas cadeiras inferiores do gramado. Com a reforma, essa distância cairá dos atuais 40 para 10 metros. Também serão realizadas mudanças nas cabines de imprensa, camarotes, vestiários, túneis de acesso ao campo, e nas cadeiras do estádio, que serão retráteis, entre outros pontos.  Além disso, o estádio contará com um novo estacionamento para 1900
veículos.

Outro destaque é a coberta que protegerá 100% dos torcedores de sol e chuva e irá ajudar substancialmente a qualidade da imagem das transmissões televisivas. Além disso, serão construídos um restaurante, mídia center, área de hospitalidade, lounge e área VIP. Todas as mudanças atendem às exigências do caderno de encargos da FIFA.

Etapas da Obra

 

ETAPA 1 – Edifício-sede da Secretaria do Esporte do Estado e primeira etapa do Estacionamento Coberto 1;

 

ETAPA 2 – Segunda etapa do Estacionamento Coberto 2;

 

ETAPA 3 – Edifício Central;

 

ETAPA 4 – Conclusão, disponibilização e início da operação da totalidade do Estádio.

 

12.08.2011

Coordenadoria de Imprensa do Governo do Estado com informações da Secopa

Casa Civil (comunicacao@casacivil.ce.gov.br / 85 3466.4898)