Sábado é o Dia D da segunda etapa da vacinação contra a pólio

12 de agosto de 2011

Sábado, 13 de agosto, é o Dia Nacional de Mobilização da segunda etapa da campanha de vacinação contra a paralisia infantil. No Ceará, a meta é vacinar, no mínimo, 95% das 656.647 crianças menores de 5 anos. Para tanto, funcionarão 1.769 postos fixos e 20 mil postos volantes de vacinação. Em Fortaleza, os 92 postos de saúde do município e 500 mini-postos realizarão a vacinação. Um posto de imunização também funcionará na sede da Secretaria da Saúde do Estado (Sesa), localizada na Avenida Almirante Barroso, 600, Praia de Iracema, das 8 às 17 horas. As crianças que foram imunizadas na primeira etapa da campanha devem voltar aos postos para tomar as duas gotinhas contra a paralisia infantil.

 

A primeira etapa da campanha foi encerrada no dia 15 de julho, superando a meta de imunização de 656.547 crianças com até 5 anos. Vacinou 661.306 crianças, atingindo cobertura de 100,71%. Foi a maior cobertura desde 2006 – ver série histórica abaixo. A Sesa quer repetir o sucesso na segunda etapa da vacinação deste ano. Mesmo quem tomou a primeira dose deve ser vacinado. As crianças que comparecerem à vacinação também poderão ser imunizadas contra hepatite B e receber a tríplice viral, que imuniza contra sarampo, caxumba e rubéola. A segunda etapa da campanha contra paralisia continuará até o dia 16 de setembro.

 

Para intensificar a mobilização e esclarecer gestores e profissionais de saúde sobre a importância da vacinação na proteção à saúde das crianças, a Sesa elaborou uma nota técnica. Na nota, a Secretaria lembra aos gestores municipais que é preciso garantir horários de atendimento pelas equipes de vacinação, de acordo com as necessidades de quem deve ser vacinado, inclusive nas localidades de difícil acesso – leia nota na íntegra. Para a segunda dose da vacina, os pais terão, em todo o Estado, 1.769 postos fixos e 20.000 postos volantes.

 

A estrutura da campanha do Zé Gotinha, personagem que puxa o sucesso das coberturas vacinais, é enorme. São 10.000 veículos e 30.000 profissionais envolvidos no compromisso de proteger as crianças contra a poliomielite. Desde 1989 nenhum caso é registrado no Ceará, mas para afastar de vez o fantasma da doença é necessário prevenir, através da vacina.

 

SÉRIE HISTÓRICA – COBERTURAS VACINAIS

 

Ano                       1º etapa                       2º etapa
2006                           99,12%                            100,51%
2007                           93,94%                              94,53%
2008                           98,06%                              94,82%
2009                           97,20%                              99,55%
2010                           94,68%                              96,70%
2011                          100,71%

Fonte: PNI/ MS/ Sesa.

12.08.2011

Assessoria de Imprensa da Secretaria da Saúde

Selma Oliveira (selma.oliveira@saude.ce.gov.br / 85 3101.5220)