Ministério da Educação e Escola de Saúde Pública oferecem cursos a distância

18 de agosto de 2011

A Coordenadoria de Educação Profissional em Saúde da Escola de Saúde Pública do Ceará (ESP), em parceria com o Ministério da Educação, está montando dois cursos técnicos na modalidade a distância:  Técnico em Saúde Bucal e  Técnico de Enfermagem. Nesse sentido, com o objetivo de capacitar os profissionais envolvidos na elaboração do material didático dos referidos cursos, acontecerá uma Oficina Pedagógica, nesta sexta-feira (19), na sede da ESP, a ser ministrada pela equipe do Centro de Educação para  as Profissões de Saúde da escola. O público alvo são os professores conteudistas/formadores e a equipe de coordenação do e-Tec Brasil da ESP.

 

A ESP integrou-se a Escola Técnica Aberta do Brasil (e-Tec Brasil), programa da política de expansão da educação profissionalizante, financiado pelo Fundo Nacional de Desenvolvimento de Educação do Ministério da Educação. O objetivo do e-Tec Brasil é possibilitar o acesso dos cursos técnicos às regiões distantes das instituições de ensino técnico, incentivando jovens a concluírem o ensino médio com formação profissional que os capacite a ingressar no mercado de trabalho. É, portanto, um passo importante para a democratização do acesso ao ensino técnico de nível médio público e gratuito na modalidade de educação à distância.

 

No contexto do e-Tec Brasil, a ESP oferecerá os cursos técnicos em Saúde Bucal e de Enfermagem, na modalidade a distância, com carga horária de 1.800 horas. Serão abertas 300 vagas, das quais 100 em Saúde Bucal ofertadas para os municípios Mauriti, Quixeramobim, Tauá e Caucaia e 200 para o Técnico em Enfermagem, distribuídas nas cidades de Acopiara, Aracati, Baturité, Crateús, Horizonte, Mauriti, Quixeramobim e Tauá. 

 

Lançado em 2007 pelo Ministério da Educação, o sistema Escola Técnica Aberta do Brasil (e-Tec Brasil) visa à oferta de educação profissional e tecnológica a distância e tem o propósito de ampliar e democratizar o acesso a cursos técnicos de nível médio, públicos e gratuitos, em regime de colaboração entre União, estados, Distrito Federal e municípios. Os cursos serão ministrados por instituições públicas.

 

A proposta da Educação Profissional Técnica é criar cursos que garantam perspectivas de trabalho para jovens e facilitem  seu acesso ao mercado de trabalho. Que atendam, também, os profissionais que já estão inseridos nele, mas sentem falta de uma melhor qualificação para exercerem suas atividades.

 

18.08.2011

Assessoria de Comunicação e Marketing da ESP-CE
Marcos Saudade (85) 3101.1412/3101.140
Twitter: twitter.com/espce