Ceará é o primeiro em transplantes de fígado do Brasil

5 de setembro de 2011

O Ceará avançou duas posições e passou, no primeiro semestre deste ano, do terceiro para o primeiro lugar do Brasil em transplantes de fígado por cada milhão de habitantes, de acordo com o Registro Brasileiro de Transplantes (RBT), da Associação Brasileira de Transplante de Órgãos (ABTO). Entre janeiro e junho de 2011, foram realizados no Estado 77 transplantes de fígado, 20 a mais que no mesmo período de 2010. Com esse número, o Ceará passou de 13,2 transplantes por milhão da população em todo o ano passado para 18,2 transplantes no primeiro semestre deste ano. São Paulo e Minas Gerais, primeiros colocados em transplantes de fígado em 2010, apresentaram índices de 16,5 e 16,0 transplantes no primeiro semestre deste ano. Em números absolutos, o Ceará, só fica atrás de São Paulo, que realizou 340 transplantes de janeiro a junho.

 

Nos transplantes de coração por milhão da população o Ceará também avançou uma posição e assumiu a segunda colocação no país. No primeiro semestre deste ano, o Ceará realizou 11 transplantes de coração, 2,6 por milhão da população. São Paulo, com 40 transplantes, primeiro lugar em números absolutos, fica em quarto lugar proporcional, com 1,9 transplantes. O Distrito Federal, que realizou cinco transplantes de coração, está na primeira colocação em termos proporcionais, com 2,9 transplantes. O Ceará está em quarto lugar do Brasil em transplantes de rim e pâncreas.

 

Na contagem de todos os procedimentos, o Ceará realizou 90 transplantes a mais no primeiro semestre de 2011 que no mesmo período do ano passado. O número de transplantes no período passou de 466 para 556. Os transplantes de córnea aumentaram 28,9%, passando de 252 para 325. Transplantes de rim passaram de 120 para 129, aumento de 7,5%, de coração de 10 para 11 (10%) e pâncreas de 3 para 5 (66,6). O aumento do número de transplantes de fígado, de 57 para 77, foi de 35%. Em todo o ano passado, o Ceará realizou o recorde de 872 transplantes. Foram 16 transplantes de coração, 113 de fígado 460 de córnea, 232 de rim, 14 de medula óssea, 10 de valvas cardíacas e 6 de pâncreas.

 

Balanço do ano

Em números atualizados, este ano, até esta segunda-feira, 5 de setembro, pela Central de Transplantes da Secretaria da Saúde do Estado, o Ceará realizou 767 transplantes. Foram 173 transplantes de rim, 451 de córneas, 15 de coração, 106 de fígado, 10 de medula óssea, entre outros.

 

05.09.2011

 

Assessoria de Comunicação da Sesa

Selma Oliveira – 85 3101.5220