Controle da poluição no Complexo Industrial do Pecém é tema de Workshop

31 de outubro de 2011

Começa desde cedo o alerta com os riscos de poluição dos empreendimentos na região do Porto do Pecém. Com foco em tecnologia do Canadá, a Secretaria da Infraestrutura (Seinfra) realiza a partir desta segunda-feira (01), em Fortaleza, o Workshop “Sistema de Controle de Emissões e Qualidade do Ar de Poluentes de Complexo Industrial”. A solenidade de abertura acontece às 09 horas, no Quality Hotel.

 

O secretário da Infraestrutura, Adail Fontenele, fará a abertura do evento. Durante o Workshop, o presidente da Lakes Environmental Software, de Waterloo, Ontário, Dr. Jesse L. Thé, manifestará a intenção de firmar parceria com o Governo do Estado para implantação de protótipo para fins de demonstração e capacitação dos usuários do Sistema de Gestão de Emissões Industriais (FETS View).

 

O diretor da Sistema de Estudos Climáticos e Ambientais Ltda (SECA) de São Paulo, e representante no Brasil da Lakes Environmental Software, Sílvio de Oliveira, também fará uma apresentação da empresa nacional e suas relações com o Ceará. A Lakes Environmental Software tem como parceira no Brasil a Sistema Estudos Climáticos e Ambientais (Seca), de São Paulo. O público também terá a oportunidade de conhecer as características, arquitetura e benefícios do sistema FETS View na solução de problemas na gestão e do controle de poluição do ar pelas indústrias e órgãos governamentais de meio ambiente.

 

CIPP

 

O Complexo Industrial do Pecém (CIPP) ocupa uma área de 13.300 hectares nos municípios de São Gonçalo do Amarante e Caucaia, na Região da Fortaleza, que vai receber siderúrgica, refinaria, Zona de Processamento de Exportações (ZPE), polo petroquímico, polo eletrometalmecânico e a área institucional com o Centro de Treinamento Técnico do Ceará (CTTC), indústria e serviços para o Complexo. Durante a implantação do Complexo serão gerados 55 mil empregos diretos e 20 mil empregos indiretos. Quando em operação, o Complexo vai gerar 22 mil empregos diretos e 44 mil empregos indiretos.

 

O Porto do Pecém, no município de São Gonçado do Amarante, inaugurado em 2002, opera com cargas gerais e de contêineres de navios de grande porte, que podem atracar graças ao calado natural de 16 metros. Desde 1997 foi iniciado o primeiro plano diretor do Complexo Industrial Portuário do Pecém, com a constituição de um grupo de trabalho para cuidar do projeto. O plano diretor de 2005 ainda não incluía a refinaria, mas foi aperfeiçoado em 2007 numa atualização que já previa o investimento da Petrobras. O plano original da siderúrgica, que previa a produção de 1,5 milhões de placas por ano, foi reformulado para 3 milhões de placas por ano.

 

31.10.2011

Assessoria de Imprensa do Centec

Flamínio Araripe (flaminio.a@gmail.com / 85 3066.7030)