Cinturão Digital beneficiará 85% da população urbana do Ceará

3 de novembro de 2011

“O Cinturão Digital do Ceará é um exemplo da rodovia do futuro”. A afirmação foi feita pelo ministro da Ciência, Tecnologia e Informação, Aloízio Mercadante, nesta quinta-feira (3), durante a inauguração do Cinturão Digital do Ceará (CDC) no auditório do Palácio da Abolição. O governador Cid Gomes ressaltou o pioneirismo do Estado na viabilização da banda larga para todo o Ceará e que o investimento feito, no valor de R$ 58 milhões (verba federal e estadual) logo será absorvido pela economia gerada pela transmissão de dados e pela diminuição de despesas de telefonia ocasionadas pelo CDC.

A solenidade foi transmitida em videoconferência com o Hospital Regional do Cariri, em Juazeiro do Norte, com o posto de fiscalização de fronteiras de queimadas, em Tianguá, e com a Escola Estadual de Educação Profissionalizante Dona Creusa do Carmo. As conferências foram realizadas com o objetivo de mostrar alguns dos serviços públicos que serão beneficiadas com a implantação do Cinturão.

No Hospital Regional do Cariri, foi possível acompanhar, ao vivo, uma ultrassonografia obstétrica, demonstrando um dos muitos procedimentos que poderão ser realizados a distância. “É um avanço para a saúde básica, e até mesmo na realização de cirurgias. Evita o deslocamento desnecessário de pacientes em busca de um diagnóstico que pode ser realizado através de videoconferência”, explicou o secretário da Saúde, Arruda Bastos.

Outro empreendimento público que será incrementado depois do CDC é a fiscalização de postos da Sefaz. Serão instalados quatro scanners fixos e um móvel para agilizar o monitoramento de cargas. Durante a conferência, foi demonstrado o escaneamento de cargas de caminhões no posto de fiscalização de Tianguá, o primeiro em operação. Além da visualização da carga, poderá ser feito simultaneamente a pesagem dos veículos em movimento, com acerto de 95%. Na prática, isso viabilizará a diminuição de sonegação e o transporte de cargas ilegais.

Todas as escolas públicas estaduais terão acesso à banda larga e uma demonstração foi feita ao vivo direto da Escola Profissionalizante Dona Creusa, em Fortaleza. “É um novo caminho para o conhecimento, iremos romper os limites da sala de aula”, disse o Ministro. “Saímos à frente no desenvolvimento das economias. Estamos diante da infraestrutura mais moderna de banda larga do país, que vai agilizar bastante o Plano Nacional de Banda Larga”, comemorou o Ministro.

De acordo com o Governador, a implementação do Cinturão será realizada em duas etapas. “Na primeira etapa, estamos interligando os equipamentos do Governo. Num segundo momento, iremos ampliar o acesso à população, abrindo licitações para provedores de internet, dando acesso à banda larga e em contrapartida, disponibilizarem um preço reduzido à população”, garantiu Cid Gomes.

O CDC constitui de uma infraestrutura de 2.600 km de fibra óptica conectando 92 cidades, com cobertura inicial instalada na sede de 53 municípios, o que corresponde a 85% da população urbana do Estado. A determinação do governador Cid Gomes de dar ao CDC a importância de projeto estratégico para o Estado, levou à construção de uma rede de transmissão de dados pioneira e que já é vista como modelo para outros estados. O Cinturão permite a conectividade dos cidadãos em alta velocidade. Serviços públicos serão beneficiados com aplicações de telemedicina, educação a distância, monitoramento de cargas nas fronteiras, câmeras de vigilância, entre muitos outros.

Também estiveram presentes na solenidade o presidente da Assembleia Roberto Cláudio; o senador Inácio Arruda; os secretários da Ciência, Tecnologia e Educação Superior René Barreira; do Planejamento e Gestão, Eduardo Diogo, e da Fazenda Mauro Benevides Filhos; o presidente da Empresa de Tecnologia da Informação do Ceará (Etice), Fernando Carvalho, e os deputados federais Ariosto Holanda, Domingos Neto, Chico Lopes, Artur Bruno e José Guimarães.

 

03.11.2011

Coordenadoria de Imprensa do Governo do Estado

Casa Civil ( comunicacao@casacivil.ce.gov.br / 85 3466.4898)