Proestradas 2011: 784 quilômetros de rodovias foram recuperados

4 de novembro de 2011

O compromisso do Governo do Estado de melhorar a malha viária cearense foi cumprido e as expectativas iniciais superadas. Inicialmente o Programa de Recuperação das Rodovias Estaduais (Proestradas) previa a melhoria de 600 quilômetros de estradas. Ao longo de 100 dias, o Programa ultrapassou as metas estabelecidas em maio, com a recuperação de 784 quilômetros. O que representa um incremento de 30% a mais que o previsto. Ao todo, o Proestradas recebeu o investimento de cerca de R$ 84 milhões.

Durante o período foram realizadas ações como limpeza das margens e tapa buracos em praticamente toda a extensão dos mais de sete mil quilômetros de vias pavimentadas do Estado. Em outros trechos o trabalho foi mais complexo, demandando a reconstrução de parte do asfalto ou da base, danificadas pelas fortes chuvas deste ano e pelo aumento do número de veículos pesados nas rodovias estaduais. No total, foram mais de 535 trechos, de maiores ou menores proporções, que passaram pelas intervenções de melhorias da pavimentação. Todo o trabalho pôde ser acompanhado em relatórios das obras divulgados semanalmente nos sites do Departamento Estadual de Rodovias (DER) e da Secretaria da Infraestrutra (Seinfra).

O trabalho dos profissionais dos 11 Distritos Operacionais do Departamento Estadual de Rodovias (DER), órgão vinculado à Secretaria de Infraestrutura (Seinfra), foi quase ininterrupto. A população de Iguatu, por exemplo, acompanhou a recuperação dos trechos urbanos da CE-060, mais conhecidos na região como avenidas Perimetral e Cruzeiro do Sul. A CE-176, no trecho entre Amontada e Itapipoca, também recebeu os serviços do Programa de recuperação das vias.

Lançado em 23 de maio de 2011 e término no dia 31 de agosto, o Proestradas 2011 foi dividido em três etapas. Os primeiros 30 dias foram destinados ao roço (retirada das vegetação às margens da via até três metros), além de operações tapa buracos. Devido às chuvas, os dois serviços continuaram durante todo o acompanhamento do Programa. A segunda fase foi destinada aos serviços mais pesados, onde foi necessário revitalizar a via na sua base, por meio do Tratamento Superficial Duplo (TSD) e da aplicação de Concreto Betuminoso Usinado a Quente (CBUQ). A última fase foi a recuperação funcional da pavimentação de todos os trechos danificados.

Saiba mais:

– A Aprece foi uma das entidades que elogiou os serviços do Proestradas 2011

– Foram 784 quilômetros de trechos pavimentados que foram recuperados na segunda fase, aumentando a vida útil de alguns trechos em vários anos.

– O DER possui onze Distritos Operacionais: Maranguape, Aracoiaba, Itapipoca, Limoeiro do Norte, Santa Quitéria, Quixeramobim, Sobral, Crateús, Iguatu, Crato e o mais novo, Tauá.

Assessoria de Comunicação do Departamento Estadual de Rodovias – DER
Jóslen Barros Herbster (ascom@der.ce.gov.br  / 85 3101-5788/5310)
Twitter: @der_ce