Primeira UPA 24 horas do Ceará é inaugurada em Maranguape

5 de novembro de 2011

A primeira Unidade de Pronto de Atendimento (UPA) do Estado foi inaugurada na noite desta sexta-feira (4), em Maranguape pelo governador Cid Gomes, acompanhado do ministro da Saúde, Alexandre Padilha e pelo secretário da Saúde do Estado, Arruda Bastos. Após o descerramento da placa, a comitiva percorreu as instalações desta, que é uma unidade de porte II, cuja cobertura é para até 200 mil habitantes.

 

O ministro Alexandre Padilha definiu o Ceará como um estado que está caminhando na direção certa. “Nós temos acompanhado a evolução do Ceará no que diz respeito à saúde. Se continuar nesse ritmo, esse Estado terá a rede mais completa de saúde dentre todos os outros estados do Brasil”, ressaltou. Padilha se referiu à inauguração da unidade como um momento especial. “É uma felicidade inaugurar mais esta unidade, e principalmente aqui no Ceará, porque a partir de agora vocês têm um serviço que está mais perto da casa das pessoas”, completou.

 

04112011282Já para Arruda Bastos, essa UPA, que é a primeira de um total de 32 que serão implantadas no Ceará, nos próximos 12 meses, “reflete a atenção que o governador Cid Gomes vem dando à saúde do nosso estado, de uma maneira geral, valorizando tanto a população da capital e região metropolitana, quanto a do interior”, disse. A unidade pioneira recebeu um aporte financeiro de R$ 2.725.000,00 para a sua construção, com recursos do Tesouro do Estado e do Ministério da Saúde. Para equipá-la foram investidos outros R$ 1.204.313,20.

 

As UPAs oferecem serviço de raio X, laboratório para exames, aparelho de eletrocardiograma e atendimento pediátrico. Nas UPA, a população pode resolver problemas como pressão alta, febre, cortes, queimaduras, alguns traumas e receber o primeiro atendimento para infarto ou Acidente Vascular Cerebral (AVC), entre outras enfermidades. Quando o paciente chega à UPA, os médicos prestam socorro, controlam o problema e detalham o diagnóstico. Analisam se é necessário encaminhar o paciente a um hospital ou mantê-lo em observação por até 24 horas.

04112011283

 

O objetivo é funcionar 24 horas, de maneira integrada com o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU), no descongestionamento dos hospitais.

 

Estiveram presentes à solenidade, o prefeito de Maranguape, George Valentim, o superintendente do Departamento de Arquitetura e Engenharia (DAE), Quintino Vieira, o senador Inácio Arruda, os deputados federais Chico Lopes e João Ananias e o deputado estadual Lula Morais.

 

 

04.11.2011

Coordenadoria de Imprensa do Governo do Estado

Casa Civil

comunicação@casacivil.ce.gov.br

85 3466.4898