Edital de licitação do Hospital Regional do Sertão Central é lançado

24 de novembro de 2011

O Governo do Estado lançou o edital de licitação do Hospital e Maternidade Regional do Sertão Central, que será construído pelo Governo do Estado em Quixeramobim, no Sertão Central. O valor global da obra é estimado em R$ 83.882.724,64 e a previsão de conclusão é de 16 meses, a partir da assinatura da ordem de serviço autorizando o início da construção. A sessão de recebimento dos documentos de habilitação e propostas está marcada para as 9h30min do próximo dia 16 de dezembro, na Central de Licitação da Procuradoria Geral do Estado, Avenida Dr. José Martins Rodrigues, 150, Edson Queiroz, em Fortaleza.

Com 374 leitos, a futura unidade da rede de assistência da Secretaria da Saúde do Estado atenderá a população de 612 mil habitantes dos municípios de Boa Viagem, Canindé, Caridade, Itatira, Madalena, Paramoti, Banabuiú, Choró, Ibaretama, Ibicuitinga, Milhã, Pedra Branca, Quixadá, Quixeramobim, Senador Pompeu, Solonópole, Aiuaba, Arneiroz, Parambu e Tauá. Será o terceiro hospital regional construído pelo governo do Estado no interior do Ceará, depois do Hospital Regional do Cariri (HRC), já em funcionamento em Juazeiro do Norte desde abril deste ano, e do Hospital Regional Norte (HRN), em construção em Sobral, com conclusão prevista para o primeiro semestre de 2012.

O Hospital e Maternidade Regional do Sertão Central terá 218 leitos de internação e 69 leitos na emergência. A exemplo do Hospital Regional Norte contará com um Centro de Atenção à Saúde Sexual e Reprodutiva da Mulher, com um total de 73 leitos, para ampliar e qualificar a assistência e reduzir a mortalidade materna.  O hospital terá área total construída de 19.505 metros quadrados.   

 

Votação popular

 

A escolha do município de Quixeramobim para sediar o hospital regional foi histórica. Ao invés de decidir a localização, o governo do Estado lançou para a região o direito de escolha. A população, através de conselhos de saúde e gestores municipais, participou da votação que, por maioria, venceu Quixeramobim. Os concorrentes foram os municípios de Boa Viagem, Canindé e Quixadá. O novo hospital terá perfil terciário, com atendimento a casos de alta complexidade, semelhante ao Hospital Regional do Cariri.

 

No final do ano passado, o governador Cid Gomes garantiu que o Ceará terá a maior e melhor rede de saúde pública do Brasil, tendo em conta a implantação de 22 policlínicas, 18 CEOs, 32 Unidades de Pronto Atendimento (UPAS 24 horas) e dos hospitais regionais do Cariri, Norte e Sertão Central. Além desses, o Governo do Estado já anunciou que irá construir ainda outros dois hospitais de grande porte – o Hospital Regional do Maciço de Baturité e o Hospital Regional Metropolitano. O HRM será construído no eixo do estádio Castelão, em Fortaleza.

 

24.11.2011

Assessoria de Comunicação da Sesa

Selma Oliveira (selma.oliveira@saude.ce.gov.br / 85 3101.5220)