Castelão ultrapassa meta 50% de execução com um mês de antecedência

30 de novembro de 2011

A obra de reforma, ampliação e modernização do Estádio Plácido Aderaldo Castelo (Castelão) superou a meta de chegar aos 50% no final deste ano. O último relatório de execução do Consórcio Construtor, formado pelas empresas Galvão Engenharia e Andrade Mendonça, do dia 30 de novembro, registra que o projeto já atingiu 50,09% de execução e tem duas das quatro etapas concluídas.

O secretário especial da Copa 2014, Ferruccio Feitosa, comemora o resultado. “Após a conquista dos jogos da Copa do Mundo da FIFA™ e da Copa das Confederações 2013 podemos perceber um clima de empolgação entre todos os colaboradores da obra do Castelão, o que possibilitou alcançarmos um ritmo ainda mais diferenciado”, diz. O marco reforça a posição do Castelão como a obra mais adiantada entre todas as arenas que vão receber jogos da Copa das Confederações 2013 e da Copa do Mundo da FIFA Brasil 2014™.

O projeto de reforma do Castelão está sendo executado em quatro fases simultaneamente. A primeira foi concluída no dia 20 de agosto e inaugurada oficialmente no dia 11 de novembro. A fase compreende Estacionamento e Praça de Acesso do Setor Norte e o Edifício Fares Cândido Lopes, sede de dois órgãos do Governo do Estado (Secretaria do Esporte do Estado e do Departamento de Arquitetura e Engenharia).

A Etapa II do projeto foi concluída este mês e compreende Estacionamento e Praça de Acesso Setor Sul, além de incluir ações como a construção da primeira bilheteria e de um trecho da via que dará acesso ao estacionamento da Arena Castelão. Já as etapas III e IV encerram o mês de novembro com 38,34% e 13,29% de conclusão respectivamente.

Quando concluído, o Estádio Castelão será a maior arena do Norte/Nordeste e estará entre as quatro maiores do Brasil. O estádio receberá uma semifinal da Copa das Confederações 2013 e seis jogos da Copa do Mundo da FIFA Brasil 2014™ (sendo três jogos com seleções cabeças de chave, destacando-se a Seleção Brasileira). A previsão é que o estádio seja concluído em dezembro de 2012.

Ao todo, estão sendo investidos recursos da ordem de R$ 518,6 milhões que incluem todas as transformações do estádio e entorno com a construção da praça de acesso de 70 mil metros quadrados; estacionamento coberto para 1.900 veículos; edifício Fares Cândido Lopes, sede de dois órgãos estaduais; e a operação do estádio por oito anos.

Detalhes do projeto  

Entre os principais pontos do projeto, destacamos o rebaixamento do campo de jogo em quatro metros que vai proporcionar 100% de visibilidade a todos os torcedores em qualquer lugar do estádio e a aproximação da área que separa o acesso dos torcedores sentados nas cadeiras inferiores do gramado. Com a reforma, essa distância cairá dos atuais 40 para 10 metros. Também serão  realizadas mudanças nas cabines de imprensa, camarotes, vestiários, túneis de acesso ao campo, e nas cadeiras do estádio, que serão retráteis, entre outros pontos.

Outro destaque é a coberta do Estádio Castelão com tecnologia inovadora que vai oferecer aos torcedores conforto e segurança. A cobertura terá um revestimento termoacústico que vai proporcionar uma sensação térmica mais agradável por suportar os índices de insolação do Nordeste brasileiro, não absorvendo calor e permitindo a circulação de ar dentro do estádio; e um isolamento acústico, o que melhora o acompanhamento dos jogos pela torcida e a transmissão dos jogos. A  estrutura terá ainda uma área de 6 mil metros quadrados de policarbonato que vai evitar o sombreamento e o contraste nas transmissões televisivas. Além disso, serão construídos três restaurantes, mídia center, área de hospitalidade, lounge e área VIP. Todas as mudanças atendem às exigências do caderno de encargos da FIFA.

 

30.11.2011

Coordenadoria de Comunicação da Secopa 2014

Lisiane Linhares e Viviane Lima (imprensa@secopa.ce.gov.br / 85 3264.5359 – 8778.0024 – 8724.2147)