Coema aprova Estudo Ambiental para implantação do Acquário Ceará

15 de dezembro de 2011

Foi aprovado nesta quinta-feira (15), pelo Conselho Estadual do Meio Ambiente (Coema), o Estudo Ambiental para implantação do Acquário Ceará. A concessão da Licença Prévia (LP) foi dada à Secretaria do Turismo do Estado (Setur) após a apresentação e discussão do parecer técnico do equipamento, emitido pela Superintendência Estadual do Meio Ambiente (Semace) e apresentado aos conselheiros do órgão regulador ambiental durante a 45ª Reunião Extraordinária, realizada na tarde de hoje na sede da Semace.

De acordo com o Estudo de Impacto Ambiental e seu respectivo Relatório (EIA/Rima) entregue à Semace pelo Governo do Estado, através da Setur, o Acquário Ceará possuirá área construída de 21,5 mil m², em quatro pavimentos. O objetivo do equipamento é construir um espaço que fomente a educação e o entretenimento, com a finalidade principal de fortalecer o turismo cearense.

Ainda segundo o EIA, o projeto terá grande importância para a “revitalização da Praia de Iracema e do Centro da cidade, haja vista que se integrará a outros equipamentos já implantados e a vários outros projetos que se encontram em execução, cuja finalidade é ofertar e, até mesmo, devolver a população de Fortaleza, espaços tradicionais para a prática de lazer, o que refletirá de forma bastante significativa no fortalecimento da indústria do turismo no Estado”.

Após a aprovação do Estudo Ambiental será publicada a resolução no Diário Oficial de Estado (DOE) e em seguida será emitida a licença prévia (LP). Nesse momento, ainda não está autorizado o início das obras, que ocorrerão apenas após a Setur dar entrada nos documentos junto a Semace para obter a liberação da licença de instalação (LI), somente a partir deste, as construções serão iniciadas e durarão 25 meses de acordo com o Estudo de Impacto Ambiental (EIA).

O Acquário prevê a instalação de 38 tanques-recinto de exibição, com capacidade para 15 milhões de litros, em área total construída de 21.500 metros quadrados. A construção contará com quatro pavimentos nos quais estarão áreas de lazer, dois cinemas 4D, simuladores de submarino, equipamentos que proporcionam interação entre público e aquário, além de túneis submersos que levarão os visitantes ao interior do tanque de animais marinhos. A obra, de aproximadamente R$ 250 milhões, é um dos maiores projetos estruturantes em curso no Ceará e, de acordo com suas projeções, será o maior aquário do Brasil, América Latina e hemisfério sul, além de o terceiro maior aquário do mundo.

15.12.2011

Assessoria de Comunicação da Secretaria do Turismo do Estado – Setur

Carmen Inês Matos Walraven 85 3101-4669 / 3101-4661 / 3101-4654

Mara Cibely de Oliveira

ascom.setur@setur.ce.gov.br

Twitter: @seturceara